Uma escavadeira destrói uma pirâmide maia de 2.300 anos

Uma escavadeira destrói uma pirâmide maia de 2.300 anos

Em Belize, ocorreu um verdadeiro ataque à história. Uma escavadeira destruiu uma pirâmide maia de 2.300 anos, que fazia parte do complexo Noh Mul, um conhecido centro cerimonial descoberto em 1897.

Esta notícia gerou grande indignação entre arqueólogos e especialistas, que automaticamente falaram da "ignorância e insensibilidade”Com a qual a empresa atuou.

É o pior que vi em meus 25 anos como arqueólogo“Comentou um dos historiadores que testemunharam o acontecimento.

Noh Mul É um dos quatro sítios pré-clássicos maias mais importantes no norte Belize, e seu templo central, que leva o nome do local, é um dos mais altos do país. Todo o complexo cobre uma área de cerca de 12 quilômetros quadrados e está localizado no meio de plantações de cana-de-açúcar.

Há um total de 81 edifícios, todos eles sob montículos, que abrigavam aproximadamente 40.000 pessoas entre 500 e 250 aC.

o templo principal, além de cumprir funções cerimoniais e administrativas, poderia ter sido a residência do Sumo Sacerdote do templo, bem como de vários nobres da cidade.

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como um meio de divulgação onde você pode encontrar as notícias mais importantes da arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: Ex-Funcionários destroem carro do ex Patrão