Achado arqueológico em Talamanca del Jarama

Achado arqueológico em Talamanca del Jarama

A comunidade de Madrid e o Ministério das Obras Públicas encontram vestígios de uma porta árabe da segunda metade do século 10. A descoberta ocorre na restauração da Muralha de Talamanca, especificamente a Puerta de la Tostonera e o Recinto Fortificado da cidade de Jarama.

o porta islâmica aberta Parece ser um acesso ao recinto e tem um arco de tijolo dobrado. Da mesma forma, foram descobertos os restos de uma escada em bom estado localizada acima da Puerta de la Tostonera, e permitida o acesso à parede contígua ou à parede que leva ao oeste.

Apesar de Parede de Talamanca, declarado em 1931 como Sítio de Interesse Cultural, está incompleto, basta indicar que se trata de um estilo muçulmano. A tecnologia usada para certificar é a termoluminescência, que datou esta parede da segunda metade do século 10. Também pode relatar que foi reformada na época cristã.

Na comunidade também existem outros recintos, como a fortaleza de Alcalá La Vieja e a muralha árabe de Madrid. A fortaleza é islâmica, do século IX e foi restaurada e condicionada para permitir visitas. Situa-se na colina de Veracruz, a mais de 600 metros acima do rio Henares, ponto geoestratégico entre Toledo e Saragoça. Este local inclui vestígios de muralhas, torres e uma igreja mudéjar.

De acordo com Muralha árabe de madrid Também pertence ao século IX e conserva vestígios da Cuesta de la Vega, junto à Cripta da Catedral de Almudena. A parede se estendia por nove hectares, e tinha três portões encontrados recentemente nas escavações do Palácio Real.

Madrid originou-se no vale médio do rio Manzanares no século IX, onde o Emir Mohamed I encomendou a construção. A presença árabe é generalizada nos assentamentos da cidade e também em outras comunidades mais rurais, como nos vales dos rios Madrid.

Se destacarem as torres de vigia nos vales de Jarama e Guadarrama: El Berrueco, Venturada Hoyo de Manzanares ou Torrelodones.

Da mesma forma Restos islâmicos foram encontrados no subsolo, como qanates ou water travel, um sistema para transportar água para cidades do Oriente Médio.

Atualmente estou estudando Jornalismo e Comunicação Audiovisual na Universidade Rey Juan Carlos, o que me tem inclinado para a seção internacional, incluindo o estudo de línguas. Portanto, não descarto o ensino a mim mesmo.Também gosto de praticar exercícios físicos e passar momentos agradáveis ​​conversando com meus conhecidos e com gente nova.Por fim, gosto de viajar para conhecer a autêntica cultura de cada região do mundo, embora reconheça que antes Preciso saber o máximo possível sobre o lugar que vou visitar, para aproveitar ao máximo a experiência.


Vídeo: AGARRÓN Y CAÍDA EN EL ENCIERRO DE TALAMANCA DE JARAMA Madrid 452014