A cabeça de uma estátua de Afrodite encontrada na Turquia

A cabeça de uma estátua de Afrodite encontrada na Turquia

No ano passado, uma equipe arqueológica da Universidade de Nebraska-Lincoln encontrou um cabeça de mármore de uma estátua de Afrodite deitado no chão. Ele também desenterrou um mosaico da era romana no sul Peru.

Esta descoberta demonstra o impacto que as culturas romana e grega tiveram na região Há vinte séculos, segundo o diretor do projeto e professor de História da Arte da UNL, Michael Hoff. Segundo ele, é a única peça de escultura monumental encontrada até agora em uma escavação arqueológica iniciada há oito anos. No sítio Cragnum, em Antioquia, uma antiga cidade mediterrânea que poderia ter sido povoada por 8.000 pessoas.

No ano passado, a equipe de pesquisadores de Hoff encontrou um mosaico considerada a maior do gênero na região. Os especialistas acreditam que serviu de enfeite em uma praça próxima a um grande banho romano. De acordo com Hoff, é raro encontrar um mosaico no chão.

o cabeça de afrodite ajudou a encontrar os restos do que parece ser um templo romano que, por sua vez, inclui um mosaico do segundo andar.

Em colaboração com a Clark University em Worcester e a Ataturk University na Turquia, o projeto escavou depósitos em uma área de 200 quilômetros quadrados onde Antioquia estava localizada. Essas descobertas servem para demonstrar a conexão entre os colonos de Antioquia e Roma, apesar da distância.

De qualquer forma nenhuma outra evidência desta relação foi encontrada devido aos efeitos do tempo e porque no século IV a área era povoada por cristãos, que destruíram as representações pagãs.

As tarefas dos arqueólogos incluem limpar uma piscina de mármore no centro da praça, além de encontrar duas escadas para a piscina e bancos nas laterais.

A partir das colunas encontradas na área, acredita-se que encontraram um templo romano. Já o mosaico do templo, que chega a 180 metros quadrados, contém desenhos geométricos, imagens de frutas e flores. Hoff descarta a conexão entre este mosaico e o da praça, pois foram desenhados por diferentes autores.

De qualquer forma, o importante agora é garantir a proteção desses vestígios arqueológicos, bem como permitir a sua exposição ao público.

Atualmente estou estudando Jornalismo e Comunicação Audiovisual na Universidade Rey Juan Carlos, o que me tem inclinado para a seção internacional, incluindo o estudo de línguas. Portanto, não descarto o ensino a mim mesmo.Também gosto de praticar exercícios físicos e passar momentos agradáveis ​​conversando com meus conhecidos e com gente nova.Por fim, gosto de viajar para conhecer a autêntica cultura de cada região do mundo, embora reconheça que antes Preciso saber o máximo possível sobre o lugar que vou visitar, para aproveitar ao máximo a experiência.


Vídeo: ESTÁTUA antiga GIGANTE encontrada na TRÁCIA a antiga MACEDÔ[email protected] dos Mistérios