As escavações começam em Cueva Pintada, Ilhas Canárias

As escavações começam em Cueva Pintada, Ilhas Canárias

Após onze anos de hiato dentro do complexo, o Museu e Parque Arqueológico Cueva Pintada, gerida pelo Cabildo de Gran Canaria no concelho de Gáldar, desenvolve a actividade arqueológica através de uma escavação em duas das estruturas interiores do sítio emblemático.

A escavação será feita nas estruturas 12 e 53 do sítio pré-hispânico com o objetivo prioritário de aprofundar o conhecimento arqueológico das duas construções, para além de garantir a sua conservação através das necessárias tarefas de consolidação e restauro. Feito isso, espera-se poder reverter todas as informações obtidas aos visitantes do centro, à comunidade educacional e à sociedade em geral.

Além disso, durante as tarefas de escavação e pesquisa, você pode fazer visitas guiadas e ver o progresso.

Esta iniciativa mostra mais uma vez a ambição da gestão do parque Cueva Pintada, que desde 1987 realizou 14 escavações, a última delas em 2002.

A empresa escolhida para realizar a obra será Arqueocanaria, cujo orçamento será limitado a 40.000 euros, sempre sob a supervisão de alguns dirigentes do centro, bem como de Jorge Onrubia Pintado, professor da Universidade de Castilla La Mancha.

Segundo o coordenador geral de Cultura, Patrimônio Histórico e Museus do Cabildo Gran Canaria, Larry Álvarez, “Além de cumprir o papel que este museu deve desempenhar como centro de investigação, a retomada dos trabalhos arqueológicos terá impacto no discurso expositivo da Cueva Pintada”. “Precisamente, um dos objectivos da intervenção será incorporá-la - enquanto durar - no discurso museal do local”.

Leia mais em Info Norte Digital.


Vídeo: Cave complex houses, Caves of Valeron Gran Canaria