Escavações arqueológicas no sítio de Wiracochapampa (Peru)

Escavações arqueológicas no sítio de Wiracochapampa (Peru)

Trata-se de um sítio arqueológico dos tempos pré-incas, dos séculos 7 a 8, até o norte da cidade de Huamachuco (Peru). Seu nome faz alusão ao deus inca Viracocha, o mais proeminente de seu panteão, embora provavelmente tenha sido dado a ele na época da conquista espanhola. O investimento de mais de 3 milhões de novos soles peruanos (mais de 800.000 euros) valeu a pena.

O trabalho foi realizado no área do reservatório 1B, em um território que cobre cerca de 7.000 metros quadrados. As escavações foram realizadas nas paredes perimetrais da praça central, revelando até 12 espaços que provavelmente cumpriam a função de habitação doméstica. Da mesma forma, eles se enterraram ossos humanos de 3 pessoas diferentes que foram dados como uma oferenda aos deuses, relacionando assim o depósito com outro próximo a Marcahuamacucho. Os pesquisadores concluíram que há evidências de uma cultura local compartilhada entre os habitantes dessas terras do norte do Peru.

Outras escavações foram organizadas para este ano de 2014, com foco nas estruturas ao norte e ao leste da praça principal.

Romântico, no sentido artístico da palavra. Na minha adolescência, a família e os amigos sempre me lembravam que eu era um inveterado humanista, pois passava o tempo fazendo o que talvez os outros nem tanto, acreditando ser Bécquer, imerso em minhas próprias fantasias artísticas, em livros e filmes, sempre querendo viajar e explorar o mundo, admirado pelo meu passado histórico e pelas maravilhosas produções do ser humano. Por isso resolvi estudar História e combiná-la com História da Arte, porque me pareceu a forma mais adequada de realizar as competências e paixões que me caracterizam: ler, escrever, viajar, pesquisar, conhecer, dar a conhecer, educar. Divulgação é outra das minhas motivações, pois entendo que não existe palavra que tenha valor real se não for porque foi transmitida de forma eficaz. E com isso, estou determinado a que tudo que faço na minha vida tenha um propósito educacional.


Vídeo: SITIO ARQUEOLÓGICO DE PEROLNIYOC - SOCMA