Testes de DNA serão realizados na múmia Juanita

Testes de DNA serão realizados na múmia Juanita

Os cientistas esperam aprender mais sobre as origens do famosa múmia "Juanita" do Peru graças aos testes de DNA, em que usarão as células-tronco armazenadas no cordão umbilical da múmia.

A múmia foi encontrada em 1995 pelo antropólogo Johan Reinhard no sul do Peru. Juanita morreu quando tinha cerca de 13 anos. Ela foi aparentemente morta recebendo um golpe na nuca como parte de um ritual de sacrifício humano Inca.

Embora a análise de DNA tenha sido feita logo após encontrar a múmia, os pesquisadores acreditam que os novos avanços tecnológicos podem ajudar a descobrir mais sobre a história de Juanita.

A ampliação dos estudos científicos das células-tronco do cordão umbilical da Múmia Juanita será oportuna, pois nos permitirá obter mais informações sobre a origem da adolescente sacrificada e sua família.”Disse José Antonio Chávez, diretor do Museu dos Santuários Andinos, onde Juanita é exibida.

Além disso, os pesquisadores planejam examinar sementes e pólen que foram mantidos junto com Juanita, um ponto que lhes dará informações sobre o clima da época em que vivia a jovem.

Madrilena ou Cantábrica. Calculadora ou impulsiva. Sonhador ou realista. 23 ou 12 anos. Futebol ou lojas. Jornalismo verdadeiro: é preciso conhecer a fundo a história, é a única maneira de não cometer os mesmos erros do passado


Vídeo: Sony anuncia acordo de US$ 1,9 bi para comprar EMI