Panzerfaust 30

Panzerfaust 30

Panzerfaust 30

Panzerfaust 30: Peso - 5,1 kg; Alcance efetivo - 30m; Penetração - 200mm

Foto tirada por Balcer e publicada nos termos do GNU Free Documentation License, Versão 1.2 ou qualquer versão posterior


Panzerfaust O Panzerfaust significava simplesmente “Tanque Fist”. O conceito por trás do desenvolvimento do Panzerfaust era fornecer à infantaria a capacidade de derrubar os tanques inimigos em combate próximo. Era uma arma de tiro único, o que significa que foi descartada após o uso. Existiam várias variantes, o Panzerfaust 30, 60, 100 e 150. Todos eles tinham a mesma capacidade de penetração de 200 mm de blindagem a 90 graus, com a diferença de seu alcance efetivo. O Panzerfaust 30 teve um alcance efetivo de 30 metros, enquanto o Panzerfaust 60 foi efetivo até 60 metros. As versões 100 e 150 foram eficazes até 100 e 150 metros, respectivamente. Composto por duas partes básicas, o Panzerfaust era composto de um projétil e cartucho, semelhante em conceito a uma bala, que consistia de uma bala e uma concha. O comprimento total da arma era de cerca de 104 cm (42 polegadas) e pesava aproximadamente 5,1 kg (11,23 libras). Versões posteriores, como o Panzerfaust 100, pesavam mais 6,8 kg (15 libras), mas o comprimento permaneceu praticamente inalterado. O Projétil Panzerfaust O projétil se assemelhava a uma grande cabeça superdimensionada, que era essencialmente um pequeno foguete com aletas estabilizadoras. Ao sair do cartucho, uma alavanca de molas estendeu as aletas do estabilizador dobradas. Após um vôo de cerca de cinco metros, a ogiva estava armada e com o impacto, a ogiva explodiu em uma explosão de fogo, destruindo o alvo. Diferente de uma bala, o projétil não usava a energia cinética como meio de penetração. Nem girou como meio de estabilização durante o vôo. Em vez disso, o conceito foi baseado na teoria da carga moldada. A carga modelada (também conhecida como carga oca) funciona concentrando a energia explosiva da ogiva em um jato. Ao focar toda a energia para a frente, a explosão resultante formaria um impulso forte, penetrando qualquer coisa que estivesse no caminho. Os gases expelidos impactam o alvo a uma velocidade de mais de 8.000 metros (26.000 pés) por segundo, com uma força superior a 10 milhões de kg por cm quadrado. Para uma eficácia máxima, a carga moldada deve ser detonada a uma distância ótima do alvo, muito perto e os gases ainda não se formaram, muito longe e os gases perdem sua energia à medida que são dispersos com a distância. Também é importante não girar a ogiva durante o ponto de impacto, pois sua força giratória dispersaria e desfocaria o jato resultante. Por esse motivo, o projétil do foguete teve que ser estabilizado por aletas, em vez das ações giratórias de uma bala. Como consequência, o foguete Panzerfaust tinha uma baixa velocidade de vôo e não era muito preciso em longo alcance. No entanto, o ministério das forças armadas alemão também apreciou que ele deveria ser usado de perto contra tanques, que apresentavam um alvo bastante grande, de modo que a precisão não era de suma importância. E como não dependia de energia cinética, a capacidade de penetração era a mesma em qualquer distância. Pode ser disparado de 100 metros ou colocado em cima de um tanque e ainda ter a mesma capacidade de penetração. Isso transformou a carga em uma formidável arma de infantaria antitanque de curto alcance. O projétil completo tinha um diâmetro de 14 cm (5,5 pol.), Media 49,5 cm (19,5 pol.) De comprimento e pesava 2,9 kg (6,39 lbs). A ogiva pesava 800 gramas (28 onças) e era composta de uma mistura 50:50 de TNT e RDX. O projétil Panzerfaust usado nas versões 30, 60, 100 e 150 permaneceu praticamente o mesmo. Dependendo de qual versão do Panzerfaust, o projétil viajaria a velocidades de 30 metros a 85 metros por segundo. O cartucho Panzerfaust O cartucho Panzerfaust consistia principalmente em um longo tubo oco, que era preenchido com pólvora que agia como propelente. Era uma percussão inflamada, o que significa que era semelhante a uma bala que usava um pino de disparo para atingir uma pederneira que causaria uma faísca e acenderia a pólvora. Os gases resultantes empurrariam o projétil Panzerfaust para fora, projetando-o para a frente com energia cinética. O retrocesso da arma era muito perigoso e poderia ferir gravemente um espectador que estivesse atrás, a até três metros de distância. Os regulamentos de segurança exigiam um espaço livre para trás de pelo menos 10 metros, caso contrário, os gases de fogo podem ser desviados para trás, causando queimaduras graves nas costas e ombros. Um mecanismo de mira simples foi instalado no topo do cartucho. Era uma simples alavanca de mira, que era levantada e colocada em posição antes de ser usada. A alavanca tinha uma série de orifícios de mira colocados de forma vertical, para ajudar a medir a distância até o alvo. Por exemplo, o Panzerfaust 100 tinha orifícios de mira para 30, 60, 80 e 150 metros. Para atirar em um alvo a 30 metros de distância, o soldado olhava pela mira de 30 metros. Se o alvo estivesse a 60 metros de distância, ele olharia pela mira de 60 metros. Espiar por essas miras aumentaria ou abaixaria a arma de acordo com a distância; quanto maior o grau de elevação, mais longe o projétil viajaria. Para evitar disparos acidentais, o gatilho foi travado com um interruptor de segurança. O backblast compensou a necessidade de ação de recuo, tornando a arma fácil de operar. Um instrutor oferece treinamento de campo, enquanto os soldados entediados observam. Serviço de Combate O Panzerfaust era considerado uma arma simples e fácil de usar, que tinha a vantagem de quase qualquer soldado pegá-la e operá-la. O efeito adverso foi que, devido à sua simplicidade, o treinamento sobre o uso adequado da arma nunca foi enfatizado. As instruções de operação impressas na arma foram consideradas suficientes nas circunstâncias, o que causou muitos contratempos devido ao manuseio incorreto. Um aviso foi impresso em grandes letras vermelhas no tubo, Achtung! Feuerstrahl! (Cuidado! Fire Jet!). No total, a produção e entrega de todas as versões do Panzerfaust chegaram à casa dos milhões. A versão mais difundida foi o Panzerfaust 60. Embora mais tarde tenha sido substituído pelo Panzerschreck, permaneceu em uso até o final da guerra. O desenvolvimento foi interrompido após a guerra. A arma foi transportada em caixas de madeira, cada caixa contendo quatro armas. O Panzerfaust provou seu valor em muitos campos de batalha e serviu em praticamente todas as frentes. Durante a batalha final de Berlim, muitas unidades receberam Panzerfausts e disseram para parar os tanques russos. A versão moderna hoje é conhecida como RPG, ou granada propelida por foguete. Os diferentes modelos foram: - Panzerfaust 30 lançado em outubro de 1943. Panzerfaust 60 lançado em setembro de 1944. Esta foi a versão mais usada. Panzerfaust 100 lançado em novembro de 1944. O Panzerfaust 150 foi lançado em pequenos números em março de 1945. Apresentava um cabo de pistola e um tubo de cartucho reutilizável. Panzerfaust 250 era uma versão recarregável que estava em desenvolvimento quando a guerra terminou. Panzerfausts foram transportados em caixotes de madeira, cada caixa contendo quatro armas. Panzerfausts sendo distribuídos nas linhas de frente. Mais fotos de ação Mais fotos de ação Este BU-181 foi transformado em um papel anti-tanque com um par de panzerfausts montados em cada asa. Este experimento foi rapidamente interrompido. Recursos Livros recomendados em associação com a Amazon.com: - Links recomendados: - - Apresenta as várias armas anti-tanque da Infantaria Alemã, incluindo metralhadoras e rifles de tanque. - Site de referência que discute sobre o Panzerschreck, o equivalente da bazuca M1 americana. - Discute sobre as principais classes de armas antitanque alemãs da Segunda Guerra Mundial. Phiên bản đầu tiên của Panzerfaust mang tên là Faustpatrone 30. Nó được các kỹ sư Đức Quốc xã phát triển vào mùa hè năm 1942. Về cơ bản thì Faustpatrone 30 là một ống phóng đạn dạng súng không giật. Que Faustpatrone 30 là một ống rỗng. Đầu đạn được lắp ở một đầu ống. Trong ống có chứa thuốc nổ đen. Khi kim hỏa trên thân ống đập vào hạt lửa (khi bóp cò) thì thuốc nổ đen cháy, tạo một lực đẩy về cả hai hướng của ống. Tại đầu ống lắp đạn, viên đạn sẽ bị đẩy đi về phía mục tiêu, còn tại đầu trống của ống thì thuốc cháy phụt ra sẽ cân bằng lực giật. Đầu đạn của Faustpatrone 30 là một đầu đạn HEAT liều nổ lõm. Nó được dùng chủ yếu để xuyên giáp xe tăng. Khoảng cách tấn công của Faustpatrone 30 vào khoảng 30m. Các Panzerfaust 30/60/100/150 đều có nguyên lý cấu tạo như vậy, nhưng được cải tiến để tăng sức xuyên phá và tầm bắn. Phát triển cuối cùng là Panzerfaust 250 có cấu tạo súng khác đi, nhưng nguyên lý vẫn giữ nguyên như vậy. Các vũ khí này đều dùng một lần rồi bỏ (trừ Panzerfaust 250). Tên súng Trọng lượng Thuốc Phóng Đầu đạn Ø Vận tốc đạnVmax Khoảng cách banimento Xuyên giápFaustpatrone 30 2,7–3,2 kg 70 g 100 mm 28 m / s 30 m 140 mmPanzerfaust 30 6,9 kg 95-100 g 149 mm 30 m / s 30 m 200 mmPanzerfaust 60 8,5 kg 120–134 g 149 mm 45 m / s 60 m 200 mmPanzerfaust 100 9,4 kg 190–200 g 149 mm 60 m / s 100 m 200 mmPanzerfaust 150 6,5 kg 190–200 g 106 mm 85 m / s 150 m 280–320 mm Trong các trận chiến ở Normandia năm 1944, số xe tăng Đồng minh bị bắn hỏng bởi Panzerfaust chỉ chiếm 6% tổng số xe tăng bị bắn hong. Trên chiến trường quang đãng, tầm bắn của Panzerfaust quá thấp khiến binh sĩ Đức chưa kịp áp sát xe tăng quân Đồng minh thì đã bị hạ bởi sung máy và đạn pháo mong [4] n pháo mung. Tuy nhiên, trong các trận đánh ở khu vực đô thị, nơi bộ binh có nhiều nơi để ẩn nấp, số lượng xe tăng Đồng minh bị bắn hạ bởi Panăzerfaust lên tới và hạ trong sang phía Đông). Tới cuối cuộc chiến, lực lượng dân quân tự vệ của Đức được được trang bị rất nhiều loại súng này. Không chỉ dùng để chống tăng, nó còn được dùng để bắn vào bộ binh và thậm chí còn sử dụng như chùy để đập khi cận chiến [5]. Lực lượng Liên Xô đã cố gắng bảo vệ các xe tăng trước Panzerfaust bằng cách lắp thêm các tấm lưới sắt quanh xe, nhưng thử nghiệm cho thấy giải pháp này cũn chỉ cng chỉ c. Cho NEN cuối cung, HO đã Dùng chiến Thuat Sử esterco bộ binh đi cung XE Tăng DJE quet Sach Các TOA NH ^ HOAc cho XE esterco lại cách mục Tieu khoảng 300m và nã djan phao vào mục Tieu từ xa (O CU ly này Thi Panzerfaust không bắn tới) [6]. Lançador antitanque e foguete original alemão da segunda guerra mundial Panzerfaust 30 m Klein

Artigo original: apenas um disponível. Panzerfaust 30 klein ("pequeno") ou Faustpatrone (traduzido literalmente para significar: Tank Fist Small) era a versão original do Panzerfaust. Entregue pela primeira vez em agosto de 1943 com um peso total de 3,2 kg (7,1 lb) e comprimento total de 98,5 cm (38,8 pol.). O 30 era indicativo do alcance máximo nominal de 30 m (33 jardas). Ele tinha um tubo de 3,3 cm (1,3 pol.) De diâmetro contendo 54 gramas (1,9 onças) de propelente de pólvora negra, lançando uma ogiva de 10 cm (3,9 pol.) Carregando 400 g (14 onças) de explosivo. O projétil viajou a apenas 30 m (98 pés) por segundo e podia penetrar 140 mm (5,5 pol.) De armadura.

Este engenhoso foguete e lançador descartável foi uma das últimas armas de vala de AH adotadas pelos NSDAPs para tentar repelir os Aliados invasores nas frentes oriental e ocidental. "A maioria dos autores concorda que a produção do Panzerfaust Klein foi interrompida em algum lugar no início de 1944, devido à penetração insuficiente da armadura e substituída pelo modelo maior."

Este exemplo, adquirido da família de um veterano da Segunda Guerra Mundial, foi desmilitarizado de acordo com as especificações da BATF. Ele ainda mantém sua pintura original, incluindo 50% do rótulo do foguete pintado no estilo antigo e muito do estêncil vermelho original no corpo do tubo de lançamento.

A mira de folha original e o conjunto do gatilho do êmbolo ainda estão presentes. A cabeça do foguete foi esvaziada do explosivo e o propelente, encontrado no tubo, foi descartado. Uma das delicadas aletas de aço com molas do foguete está presente e ainda presa.

Este é um excelente exemplo cujo igual normalmente só pode ser visto em museus. Aqui está uma chance muito rara de possuir um conjunto de lançador e foguete Panzerfaust 30 klein original, o único segundo que já possuímos.


Detalhes do projeto [editar | editar fonte]

O Panzerfaust era um pouco como uma granada de rifle, com um "cano" de furo liso descartável feito de um aço de baixo grau de 1,7 polegadas (4,3 centímetros) de diâmetro, carregado de fábrica com uma carga de 3,4 & # 160oz (96 & # 160g) de pólvora negra que atuou como um propelente. & # 915 & # 93 A ogiva de carga oca foi presa ao cano deste "barril", com a extremidade traseira aberta para que o dispositivo funcionasse como uma arma sem recuo.

O tubo tem uma escrita vermelha proeminente perto da parte traseira, dizendo "Achtung! Feuerstrahl! →"(lit." Aviso! Jato de fogo! "), avisando seus usuários sobre o backblast produzido quando a arma disparou & # 916 & # 93 o backblast foi considerado mortal em até 3 metros (9,8 pés 3,3 jardas) atrás do tubo de lançamento. O backblast também tornou o uso em condições internas um pouco difícil, principalmente devido à fumaça e à potencial letalidade do backblast (este problema foi tornado ainda mais proeminente com o Panzerschreck). Γ]

Preparando-se para disparar o Panzerfaust 60 foi, como tal, a ogiva foi separada de seu eixo, um Zündladung 34 carga de ignição e tampa de ignição inserida em sua base, e a ogiva então parafusada de volta. Um pino de segurança semelhante a uma granada foi puxado da lateral do conjunto da mira para permitir que a mira fosse levantada. Elevar a mira traseira marcada com escada engatilha a arma e a prepara para disparar. Uma barra de segurança para armar deve ser empurrada para frente para permitir que a alavanca de disparo se mova, após o que a arma pode ser disparada pressionando-se a alavanca. Depois que a arma é disparada, o cano gasto é descartado. & # 915 & # 93 Quando a mira foi levantada, o topo da ogiva funcionou como a mira frontal.

O Panzerfaust 30 funciona de forma semelhante, embora o dispositivo de armar fosse uma haste de armamento localizada na parte superior do tubo, esta haste tinha que ser empurrada para a frente antes que a alavanca de disparo se projetasse para cima. Antes que o usuário pudesse disparar, uma alavanca de segurança ainda tinha que ser movida para a esquerda e, em seguida, a arma poderia disparar. & # 915 e # 93


A seção de desenvolvimento tem a ogiva para a edição 30 listada como 140 mm, enquanto a seção de especificações tem listado como 149 mm - qual valor está correto? Mecheye () 13:48, 30 de novembro de 2018 (UTC)

Apenas um comentário rápido. A referência à "Batalha de Berlim", que acredito se refere às batalhas terrestres de abril-maio ​​de 1945 entre a Rússia e a Alemanha, na verdade, ligadas à campanha de bombardeio dos EUA / Reino Unido de 1943-1944.

A categoria Foguetes e mísseis está sobrecarregado. Uma vez que o Panzerfaust é claramente um foguete e não um míssil teleguiado, ele deve ser reclassificado apropriadamente. Farei isso amanhã, se não houver objeção. Joshbaumgartner 23:00, 24 de maio de 2005 (UTC)

O problema é que não é um foguete. --MWAK 12:43, 30 de julho de 2006 (UTC)

Precisamos REALMENTE de uma seção sobre videogames? Parece tão irrelevante.

Concordou. "X na cultura popular" invariavelmente leva a grandes listas de desenhos animados japoneses que nada têm a ver com o artigo.

Parece lógico que os jogos ambientados naquela época contenham o Panzerfaust como arma jogável. Também na série mencionada o Pf. não parece desempenhar um papel importante. Vamos eliminar toda a seção "Panzerfaust na cultura popular"? Shinobu 17:09, 9 de julho de 2006 (UTC)

Se alguém está fazendo uma lista de tópicos relacionados à cultura popular, deve-se incluir TODOS os tópicos relacionados, incluindo anime. Não há razão para que não deva. E para que fique registrado, não acho que "Zeon fascista" seja uma descrição precisa.

Todos os tópicos RELEVANTES. "uma arma Panzerfaust de grande escala" não é, axiomaticamente, uma Panzerfaust. Este é um artigo sobre o Panzerfaust, não sobre granadas de propulsão genéricas com a mesma forma geral. - Rogerborg 15:15, 31 de agosto de 2006 (UTC)

Olá, gostaria de saber qual é a (s) diferença (s) entre Panzerfaust e Gun-obus. Qualquer dica será muito apreciada.

Panzerfaust é um foguete. O obus é um canhão de artilharia. Estritamente, o canhão-obus é um obus com algumas das capacidades de um canhão de campanha. GraemeLeggett 18:56, 9 de julho de 2006 (UTC) O Panzerfaust era uma arma sem recuo. Portanto, não precisava de mecanismo de recuo e nem culatra. Também era uma arma descartável de uso único. Portanto, o tubo pode ser feito de aço de baixa qualidade. Tudo isso significava que era muito leve e barato. A desvantagem era que você não poderia atingir um elefante a 30 metros com ele: o) .-- MWAK 15:01, 31 de julho de 2006 (UTC)

Eu removi a tradução "manopla" para o Panzerfaust, acho que está errada. Em primeiro lugar porque em alemão, a luva seria "Panzerhandschuh". Em segundo lugar, porque o "Panzer" se origina do alvo principal do Panzerfaust e não forma uma palavra própria junto com "Fausto". Mais evidência disso é que existem outros lançadores de foguetes nas forças armadas alemãs que são nomeados de acordo com seus respectivos alvos, por exemplo, "Bunkerfaust" ou "Fliegerfaust" (http://de.wikipedia.org/wiki/Fliegerfaust)

84.133.64.91 () 13:45, 31 de dezembro de 2007 (UTC)

Significa "Tank Fist". Panzer = Tanque, Fausto = Punho. - Comentário não assinado anterior adicionado por 71.123.75.132 () 00:24, 13 de dezembro de 2008 (UTC)

Acabei de ler sobre um discurso de Guilherme II em 15 de dezembro de 1897, onde ele usa o termo "die gepanzerte Faust" para se referir ao poder militar da Alemanha. É possível que a origem do nome da arma esteja nesta metáfora? (Anzbevrct () 02:04, 11 de maio de 2008 (UTC))

o Faustpatrone foi o predecessor do Panzerfaust, mas há uma sobreposição considerável entre esta arma e a versão inicial do Panzerfaust - aparentemente, a versão do Panzerfaust 30 também foi designada Faustpatrone 2 ou Faustpatrone bruto ("grande"), enquanto o original Faustpatrone também foi chamado Faustpatrone 1 ou Panzerfaust 30 klein ("pequena").

Eu recomendo mesclar partes do artigo Faustpatrone neste artigo e redirecionar Faustpatrone aqui - concorda ou discorda? - GMan552 () 21:42, 6 de julho de 2008 (UTC)

Não vejo porque não. IIRC o Panzerfaust é basicamente o mesmo que o Faustpatrone só com uma ogiva diferente. - Sus scrofa () 22:39, 6 de julho de 2008 (UTC) Acordado. Os modelos posteriores simplesmente tinham ogivas maiores e miras de folha refinadas para intervalos estendidos. Koalorka () 00:50, 13 de dezembro de 2008 (UTC)

Esta arma anti-tanque era a melhor da sua classe. Descartável, barata, fácil de produzir e eficaz contra qualquer tanque da Segunda Guerra Mundial. A bazuca tinha alguns defeitos que esta arma não tinha:

  • O Bazooka não era confiável, porque tinha uma bateria fraca.
    não poderia derrotar todas as armaduras. Tanque pantera, Tiger I e Tiger II tinham armadura frontal que a bazuca não poderia derrotar.
  • Panzerfaust tinha tamanho menor do que a bazuca.
  • Panzerfaust era mais barato e mais fácil de produzir do que a bazuca.

A prova das qualidades desta arma está, no seu sucesso na batalha e no fato de que as armas antitanque modernas, como Panzerfaust 3 (da Alemanha), RPG-22 (da Rússia) e M72-LAW também são descartáveis. armas do tanque. Agre22 () 20:32, 19 de agosto de 2008 (UTC) concorda22

A bazuca também foi mais eficaz do que o panzerfaust. Panzerfaust teve uma penetração terrível contra a armadura frontal também. O soldado também teve que jogar fora o Panzerfaust depois que ele terminou, então se ele errasse, ele estava ferrado. KommanderChicken () 18:31, 8 de março de 2021 (UTC)

Se ainda não foi mencionado no artigo, deve-se notar que a Bazuca veio primeiro e os alemães projetaram o Panzerfaust a partir das idéias táticas da Bazuca. Não há dúvida de que o Panzerfaust é melhor em alguns aspectos do que a bazuca, e a página deve esclarecer o porquê. Além disso, essas páginas de discussão não são para expressar opiniões, são para discutir edições. E, francamente, nenhum de vocês tem qualquer evidência para suas alegações.

E apenas a versão original do Bazooka usava baterias. As versões posteriores tinham um sistema muito mais confiável que é discutido na página da Bazooka. E o panzerfaust não precisava ser jogado fora, era recarregável. Você pode pesquisar por filmes antigos de guerra para ver isso em ação. Falando nisso, isso deveria ser adicionado à página. Muitas pessoas pensam que a falha crítica do panzerfaust é que ele é descartável. Mas temos evidências de que isso é falso. Isso deve ser adicionado à página de alguma forma. Como com um manual de campo ou uma foto de alguém recarregando um tubo panzerfaust.Blamazon () 00:15, 23 de maio de 2021 (UTC)

Edição de Imagens

Em segundo lugar, devido ao formato estranho da ogiva (ver fotos) [. ]

Quais fotos? --Klaws 07:00, 28 de agosto de 2006 (UTC)

Eu gostaria de saber qual é qual, a descrição da imagem é um pouco ambígua. - Comentário não assinado anterior adicionado por 99.246.67.105 () 04:06, 2 de fevereiro de 2008 (UTC)

Eu apaguei a foto, pois ela realmente mostra um Panzerfaust 30 (topo) sobre um Panzerfaust 60 (embaixo, com a combinação posterior de visão traseira / gatilho flip-up) - GMan552 () 21:30, 6 de julho de 2008 (UTC)

Mesclando este artigo com o Panzerfaust? Editar

o Faustpatrone foi o predecessor do Panzerfaust, mas há uma sobreposição considerável entre esta arma e a versão inicial do Panzerfaust - aparentemente, a versão do Panzerfaust 30 também foi designada Faustpatrone 2 ou Faustpatrone bruto ("grande"), enquanto o original Faustpatrone também foi chamado Faustpatrone 1 ou Panzerfaust 30 klein ("pequena").

Eu recomendo mesclar partes deste artigo no artigo Panzerfaust principal e redirecionar Faustpatrone para lá - concorda ou discorda? - GMan552 () 21:30, 6 de julho de 2008 (UTC)

Em uma edição recente, os links para www.battlefield.ru foram removidos como fontes porque não foram considerados confiáveis. Coloquei esses links no artigo junto com o texto que o acompanha porque esse site lista a literatura no final do artigo. Existe alguma razão para duvidar da veracidade desse site? Isto foi discutido antes? - Sus scrofa () 23:32, 5 de maio de 2009 (UTC)

Eu coloquei um "duvidoso" sobre essa afirmação. Alguém pode fornecer evidências? Se não, deve ser removido Irondome () 21:44, 9 de agosto de 2012 (UTC) Entrada removida. Panzerfaust 55 anos disponível e ao mesmo tempo não sendo suicida para usar? Reivindicação absurda. Irondome () 03:49, 16 de setembro de 2012 (UTC)

a primeira parte do Faustpatrone diz que era mais pesado que o panzerfaust posterior. Muito menor na aparência física, o Faustpatrone era na verdade mais pesado do que o Panzerfaust mais conhecido, mas os pesos dados para ambos são Faustpatrone 3,2kg e Panzerfaust 5,1kg, então o Faustpatrone é mais leve, perdi alguma coisa ou essa afirmação está simplesmente errada - Comentário não assinado anterior adicionado por Mondria (talk • contribs) 14:57, 14 de agosto de 2012 (UTC)

É difícil saber o que é correto quando não há fontes, mas removi essa afirmação por enquanto. Boa pegada, aliás .-- Sus scrofa () 15:17, 14 de agosto de 2012 (UTC)

A citação 9 fornece imagens do que parecem ser clones de panzerfaust, mas a legenda da imagem que é a fonte da citação refere-se a uma arma Bofors. A KOTT-PANZER M-46 Bofors. Que arma é essa? Achei que tinha bastante conhecimento sobre a maioria das histórias de sistemas de armas, mas esta é uma história totalmente nova para mim. Foi produzido internamente? Qual era a rota de fornecimento de panzerfaust para a Argentina se fossem exportações diretas da Alemanha nazista? Isso precisa ser seriamente esclarecido, citações adicionais e texto inserido no artigo principal. É uma afirmação digna de nota, e precisa de um backup sério da IMO. SE for um clone sueco ou argentino de um Pazerfaust é digno de nota e DEVE ter seu próprio artigo, mesmo um esboço para começar. Você pode responder aqui :) Irondome () 04:58, 19 de setembro de 2012 (UTC)

Estou assumindo que o "Panzer-Kott M46 Bofors." é uma mutilação da palavra sueca Pansarskott (

"armadura de tiro"), que é a designação militar sueca para armas do tipo Panzerfaust (rifle sem recuo de um tiro). Bofors é o fabricante sueco de armas. De acordo com o artigo na wikipedia sueca, a Suécia fabricou a arma pansarskott m / 46 que era uma cópia quase direta do Panzerfaust (m / 46 = modelo de 46, ano de adoção) .-- Sus scrofa () 13:03, 19 de setembro de 2012 (UTC) Excelente captura. As fotos parecem boas desde a fonte. Defenda a infantaria Arg do final dos anos 40 com "panzerfaust". Você poderia colocar a citação necessária? Ainda não estou tecnicamente confiante na inserção de citações (não tenho prática suficiente, principalmente edição de cópia no momento) e não quero estragar nada. () 00:06, 13 de novembro de 2012 (UTC) Olá, wikipedianos, acabei de verificar a fonte online citada para o suposto uso desta arma pelo Exército argentino. Embora a arma pareça um Panzerfaust, duvido que seja de origem alemã, embora pareça que a cópia / derivada sueca poderia ter sido usada pela Argentina. Em um fórum [1] há um tópico que menciona um derivado argentino, o "P.A.P.I" (Proyectil Antitanque para Infanteria, Espanhol para "Projétil antitanque de infantaria"), então a fonte citada pode estar mostrando uma foto dele. O livro citado como referência (em espanhol) pode esclarecer isso, mas só tê-lo em mãos esclareceria a questão. A menos que fontes impressas verificáveis ​​possam esclarecer essa questão (por exemplo: livro X, página N), eu removeria a entrada para "Argentina" como um usuário e faria uma nota de rodapé com essa informação. Atenciosamente, DPdH (conversa) 00:28, 25 de janeiro de 2014 (UTC)

O uso desta arma em ww2 e no período de pós-guerra imediato nas Filipinas parece altamente improvável. Proponho remover em 1 mês se nenhuma citação ou evidência que seja pelo menos plausível for fornecida. Irondome () 05:14, 21 de dezembro de 2012 (UTC)


→ Duvido muito que tenha sido usado pelas forças Hukbalahap, pois elas usaram principalmente armas americanas e japonesas. Avre44 () 04:49, 27 de janeiro de 2013 (UTC)

Absolutamente. É porcaria. Irondome () 07:06, 27 de janeiro de 2013 (UTC)

Acho que esses números estão invertidos. Herr Gruber () 00:07, 17 de março de 2013 (UTC)

O artigo dizia que o Panzerfaust estava em uso até 1945, embora eu saiba com certeza que a União Soviética o usou até que designs domésticos estivessem disponíveis, até mesmo fabricando-os em fábricas alemãs que haviam capturado, e que a Suíça havia começado a fabricar cópias 1: 1 de a arma durante a guerra e muito provavelmente continuou a usá-los mesmo depois de 1945, e mesmo se estes não fossem considerados Panzerfausts, mas "derivados", a Finlândia, por exemplo, usou o Panzerfausts alemão original comprado da Alemanha em 1944 até os anos 1950, há dezenas de artigos sobre armas que consideram uma arma extinta somente depois que o último usuário confirmado das armas originais fabricadas pelo país que a projetou a tenha retirado gradativamente, mesmo que o país de origem não a use por décadas. Ape89 () 19:20, 28 de junho de 2013 (UTC)

No Panzerschreck, o "fim do uso" é deixado em aberto ("1943-?"), E é razoável fazer o mesmo aqui, considerando as grandes quantidades de Panzerfausts que sobraram no final da guerra. Thomas.W () 19:30, 28 de junho de 2013 (UTC) A infobox diz claramente "Em serviço", o que significa que não tem nada a ver com quando o Panzerfaust foi produzido, só quando era em serviço. E mesmo que a produção do Panzerfaust original terminasse em 1945, os grandes estoques de Panzerfaust que sobraram no final da guerra poderiam muito bem estar em serviço na década de 1950. O que deve ser refletido no que diz depois de "Em serviço" na infobox. () 20:20, 28 de junho de 2013 (UTC) Você tem fontes que sugerem que "grandes estoques de panzerfaust poderiam muito bem ter estado em serviço."? Parece uma suposição. A única coisa de que podemos ter certeza aqui é que uma versão sueca e, aparentemente, uma versão suíça foi produzida e exportada para outros países, notadamente a Argentina, e há algumas evidências de que essas versões estrangeiras estavam em uso até os anos 50. Irondome () 20:30, 28 de junho de 2013 (UTC) De acordo com o que diz no artigo, os finlandeses conseguiram cerca de 25.000 Panzerfausts e só usaram cerca de 4.000 em combate. O que torna muito provável que eles tivessem sobrado alguns quando a guerra acabou. Então, você tem alguma fonte que diga que todos os Panzerfausts que sobraram da guerra foram descartados em 1945? Do contrário, devemos fazer como foi feito no artigo sobre o Panzerschreck e deixá-lo aberto. Thomas.W () 21:11, 28 de junho de 2013 (UTC) Na verdade, o exemplo finlandês pareceria uma aberração, visto que a Finlândia conseguiu se livrar de sua aliança com a Alemanha nazista, e essas ações foram enviadas às pressas para Finlândia em julho-agosto 44 da Alemanha. Como tal, eram transferências de tempo de guerra. Nunca vi uma referência aos Aliados transferindo estoques de fósforo para nações doadoras no pós-guerra. Concordo que a data deve ser deixada em aberto, a menos que fontes claras e confiáveis ​​forneçam uma data de encerramento. Estou começando a pensar que poderiam ser criados derivados Panzerfaust, fabricados e operados em uma série de artigos curtos do pós-guerra. Existem informações sobre esses tipos. Irondome () 21:24, 28 de junho de 2013 (UTC) Concordo que cada derivado deve ter seu próprio artigo curto até agora eu identifiquei os argentinos ("PAPI") e suecos (Pansarkott M-46), no entanto, as fontes online são apenas "fóruns". Atenciosamente, DPdH () 00:49, 25 de janeiro de 2014 (UTC) Armas chamadas Panzerfaust foram usados ​​por 18 meses pela Wehrmacht e por 65 anos pelo Bundeswehr. No entanto, este artigo apenas menciona o modelo anterior. Ainda há alguma prova necessária para a obsessão maníaca dos anglo-saxões com a segunda guerra mundial? Talvez você devesse ter se preparado para pandemias virais em vez disso. - Comentário não assinado anterior adicionado por 2003: E2: 3725: 3638: D80C: 46D4: B54D: 9869 (conversa) 20:18, 4 de maio de 2020 (UTC)

(Pelo que eu sei, o erro está na página em alemão.) Dê uma olhada na foto no artigo + seção http://de.wikipedia.org/wiki/Raketenpanzerb%C3%BCchse_54#Technik. A legenda diz "Frente: A Panzerschreck projétil. Atrás: A Panzerfaust. "Observe que se o presente artigo em inglês e o Panzerschreck em inglês tiverem as fotos corretas, então, aparentemente, seria a legenda em alemão que as inverteu.

(Então, novamente, eu posso estar totalmente errado. Mas alguém dê uma olhada.)

Espero postar isso no Panzerschreck também. IfYouDoIfYouDn't (conversa) 07:23, 21 de agosto de 2013 (UTC)

Pelo que eu posso dizer, ambas as páginas estão certas, elas apenas usam termos diferentes. O artigo alemão diz que o Panzerfaust está mais longe da câmera e o foguete Panzerschreck está mais perto. O inglês usa esquerda / direita, o que também é correto. O objeto bronzeado é o Panzerfaust e o objeto com a ogiva verde escura é o foguete Panzerschreck .-- Sus scrofa () 08:34, 21 de agosto de 2013 (UTC) Desculpe, vejo que compliquei isto desnecessariamente. Estou comparando a foto no principal of the present English-language Panzerfaust article ("Bundesarchiv Bild 101I-672-7634-13, Russland, Luftwaffensoldat mit Panzerabwehrwaffe.jpg") to the picture with the front-and-back display (Panzerfaust.jpg). In the latter picture, the nose of the Panzerfaust's warhead is of a much blunter shape, whereas the warhead in the former picture is much more streamlined and comes to a point at its nose – just like the Panzerschreck in Panzerfaust.jpg. For someone less familiar with armaments as myself, the first thing they're probably going to notice is the shape of the nose in the first picture, and then when they try to identify the same weapon in the second picture, they'll wonder if perhaps Panzerfaust.jpg's caption has the two weapons reversed. I hope my issue is now a little clearer. Sorry for referencing the German article at all – it happens that when I surfed my way to the present article and saw just the bit at the top, I got curious and went immediately to the "Deutsch" link, so that is where I first saw Panzerfaust.jpg, and why I referred to it as being there.--IfYouDoIfYouDon't (talk) 20:10, 22 August 2013 (UTC) The weapon in the top-most image is a Faustpatrone a.k.a. Panzerfaust klein, an early version of the Panzerfaust that used a smaller warhead. The later versions of the Panzerfaust used the broader warheads seen elsewhere in the article. --Sus scrofa (talk) 19:33, 23 August 2013 (UTC)

I've just removed from the "Infobox" reference to usage in the Greek Civil War, as there is no text or citations in the article supporting this. It can be assumed that most WWII-era weapons could have been used in that war, given the period when it happened. This is a similar case to the US/USSR use during the war. If verifiable evidence is produced that it was used substantially in that conflict by any participant, then it might be useful to add the info again to the Infobox. Regards, DPdH (talk) 01:12, 26 January 2014 (UTC)

I was reviewing the stats that I've added yesterday, and seems curious to me that the Panzerfaust 150 has greater penetration than the Panzerfaust 100, though the warhead diameter is much smaller. If I recall correctly, the penetration of a hollow-charge warhead depends mainly on its diameter and the geometry of the internal explosive cavity. Can anyone please explain further how the 150 had better penetration? Thanks & regards, DPdH (talk) 01:43, 26 January 2014 (UTC)

I have just added archive links to one external link on Panzerfaust. Please take a moment to review my edit. You may add <> after the link to keep me from modifying it, if I keep adding bad data, but formatting bugs should be reported instead. Alternatively, you can add <> to keep me off the page altogether, but should be used as a last resort. I made the following changes:

When you have finished reviewing my changes, please set the checked parameter below to verdade ou failed to let others know (documentation at <> ).

As of February 2018, "External links modified" talk page sections are no longer generated or monitored by InternetArchiveBot . No special action is required regarding these talk page notices, other than regular verification using the archive tool instructions below. Editors have permission to delete these "External links modified" talk page sections if they want to de-clutter talk pages, but see the RfC before doing mass systematic removals. This message is updated dynamically through the template <> (last update: 15 July 2018).

  • If you have discovered URLs which were erroneously considered dead by the bot, you can report them with this tool.
  • If you found an error with any archives or the URLs themselves, you can fix them with this tool.

The old panzerfaust image with a soldier aiming it was so much better then the current one. The old one was a soldier aiming a model 60, which was much more widely used then the F1. The current one looks ugly AF as well, and is in a museum. not even one in action. I see no reason to change the image from a soldier actually using one to some sickly green rod with a cone on the end. KommanderChicken (talk) 18:25, 8 March 2021 (UTC)


German WWII Panzerfaust Klein 30M Inert Rocket with Launcher

New Made Item: Introduced in 1943, the Panzerfaust Klein (Translated literally to mean: Tank Fist Small) was a forerunner of the Panzerfaust Gross (Tank Fist Large) or Panzerfaust 60m rocket. This ingenious throw away Rocket and Launcher was one of AH's last ditch weapons adopted by the NSDAPs to try and repel the invading Allies on both the Eastern and Western fronts. "Most authors agree that production of the Panzerfaust Klein was halted somewhere in early 1944, due to its insufficient penetration of armor and replaced by the larger model."

Our inert display reproduction faithfully replicates this classic weapon but none of the internal working parts are included. Each Rocket comes in full size steel construction and is externally accurate including the flexible stabilizing fins. It even has the stuck on replicated instruction label, as issued on the originals.

Includes all steel launcher with IMA's newly designed, based on an original sample, correct Panzerfaust Klein trigger assembly (which is different than the 60M Trigger Assembly). Our trigger assembly has the correct leaf sight and pull pin. For added authenticity, both Rocket and Launcher are now offered in the correct German WW2 Ordinance Tan or "Gelbbraun" color with red stencil on launcher which reads "Vorsicht! Starker Feuerstrahl!". We have purposely painted this set to resemble a genuine Panzerfaust, meaning the paint is not and should not provide 100% smooth coverage, these are intended to look like the REAL THING based on our original sample.


Description [ edit | editar fonte]

A forerunner of the Panzerfaust was the Faustpatrone (literally "fist cartridge").

The Faustpatrone was much smaller in physical appearance than the better known Panzerfaust. Development of the Faustpatrone started in the summer of 1942 at the German company HASAG with the development of a smaller prototype called Gretchen ("little Greta") by a team headed by Dr. Heinrich Langweiler in Leipzig. The basic concept was that of a recoilless gun neither the Faustpatrone, nor its successor the Panzerfaust were rockets.

Faustpatrone 30 (top) and Panzerfaust 60 (bottom) The following weapon model of the Panzerfaust family, the so-called Faustpatrone klein, 30 m ("small fist-cartridge") had a total weight of 3.2 kg (7.1 lb) and a total length of 98.5 cm (38¾ in) its projectile had a length of 36 cm (14¼ in) and a warhead diameter of 10 cm (4 in) it carried a shaped charge of 400 g (14 oz) of a 50:50 mix of TNT and tri-hexogen. The propellant consisted of 54 g (1.9 oz or 830 grains) of black powder, the metal launch tube had a length of 80 cm (31½ in) and a diameter of 3.3 cm (1.3 in) (early models reportedly 2.8 cm (1.1 in)). Fitted to the warhead was a wooden shaft with folded stabilizing fins (made of 0.25 mm (0.01 in) thick spring metal). These bent blades straightened into position by themselves as soon as they left the launch tube. The warhead was accelerated to a speed of 28 m/s (92 ft/s), had a range of about 30 m (100 ft) and an armor penetration of up to 140 mm (5½ in) of plain steel. Soon a crude aiming device similar to the one used by the Panzerfaust was added to the design it was fixed at a range of 30 m (100 ft).

Several designations of this weapon were in use, amongst which Faustpatrone 1 or Panzerfaust 30 klein however, it was common to refer to this weapon simply as the Faustpatrone. Of the earlier model, 20,000 were ordered and the first 500 Faustpatronen were delivered by the manufacturer, HASAG Hugo Schneider AG, Werk Schlieben, in August 1943. Two main problems had already surfaced much earlier in the weapon's trials: first, the original model did not have a sighting device, and, secondly, because of the odd shape of the warhead (see pictures), it tended to ricochet off or explode with lesser effect on sloped armour, especially evident when deployed against the Russian T-34. Since these problems surfaced early in testing, the development and production of its successor, the Panzerfaust 30, had already begun by the time of the first deliveries, inhibiting incorporation of possible solutions to the problems in the newer design and perpetuating its weaknesses. Still, the small and simple Faustpatrone was kept in production well into 1945. During the entire Second World War, it remained the most common German anti-armour weapon.


Panzerfaust Weapon System

Panzerfaust 3 / 3T / IT600/ (Dynamit Nobel)
The Panzerfaust reusable rocket firing device system which can be fitted with different types of rockets designed for specific requirements. The firing device weighs only 2.3 kg while the weight of the complete system, ready to fire is 12.9kg. The High Performance multi-purpose Panzerfaust 3 uses a 110mm shaped charge warhead. The rocket can be launched from confined enclosures by recoilless countermass principle. The warhead uses an extendable warhead spike which provides optimum standoff for the shaped charge, which penetrates over 800 mm of steel. Panzerfaust 3-T uses a modified spike, which adds 400 gram to the system&rsquos weight. The spike is fitted with a 0.1kg precursor charge which penetrates the add-on reactive armor (ERA) and clears the area for the main charge. A further improved tandem warhead is also offered with the Panzerfaust 3IT version, which can penetrate up to 900mm of steel, behind the protection of ERA. When the spike is retracted, the rocket is optimized to defeat light armor, bunkers and brick walls and reinforced concrete, from ranges of 15 &ndash 400 meters. With the addition of DynaRange sight, the weapon can be used at range up to 600 meters. This version is designated Pzf3 IT600. (Total weight 14.3 kg).

Panzerfaust 90 (Dynamit Nobel)
This weapon offers more modest capabilities at much smaller dimensions. With a total system weight of 8.9 kg, it is equipped with a 90mm rocket which can be fired from confined spaces and penetrate over 500 mm of steel at a range up to 500 meters.
Utilizing a different rocket, the Panzerfaust 3LWD is designed to provide similar capabilities at a lower weight (8.5kg ready to fire). Utilizing a 90mm rocket, the LWD uses a shaped charge anti-tank rocket or High Explosive Squash Head (HESH) to defeat armored or built up targets.

RGW-60 (Dynamit Nobel)
RGW60 uses the same firing mechanism, but weighs only 5.8 kg. This 60mm weapon can also be used from confined spaces deploying one of three warhead variants &ndash an anti-tank HEAT rocket is fitted with a shape charge which penetrates over 300mm of steel, a multi-purpose HEAT warhead which penetrates over 100mm of steel and has 270 preformed fragments or a High Explosive Squash Head (HESH), fitted with 0.5 kg of explosive and delay fuse, designed to open a 400mm hole in masonry (bricks or concrete). A unique &ldquoround the corner&rdquo firing capability is currently developed for this system by CornerShot. The CornerShot Panzerfaust (CSP) system uses a portable, collapsible monopod and sighting system which enables the user to employ the weapon at up to 90 degree angle from around a corner or out of a shelter or barricade, remaining behind cover while effectively observing and engaging the target.

MPM 90 CS (RAFAEL)
The MPM 90 CS Shoulder Launched Multi-Purpose Munition was developed at RAFAEL to address combat requirements for the modern urban warrior. Based on the Panzerfaust reusable launcher, the MPM 90CS is effective against light armored vehicles, bunkers, brick walls and fortified concrete bunkers. The weapon is contained in a 1 meter long canister weighing 9 kg. Depending on application and munition selection, its weight can increase up to 13kg. The effective range is 500 meters. The weapon fires a 90 mm rocket It is designed to Fire From Enclosures (FFE).


Tartalomjegyzék

A második világháborúban a rohamosan fejlődő páncélosnem ellen egyszerűen a gyalogságnak nem volt hatásos ellenszere. A páncélelhárító ágyúkat nehézkes volt szállítani, a kézi aknák pedig csak közvetlen közelről működtek.

1942-ben a lipcsei HASAG [1] cég a saját szakállára fejlesztésekbe kezdett Dr. Heinrich Langweiler vezetésével. Egy kézből indítható, hátrasiklás nélküli páncéltörő-gránátvetőt kívántak megalkotni, ez lett a család első tagja, a Faustpatrone klein.

A töltet egy kumulatív gránát volt, mely rézből vagy más fémből készült tölcsér-formából és az ezt körülvevő robbanóanyagból állt. A robbanás összepréselte a kúpot és előre lökte, amely így „átszúrta” a páncélt. A tankba hatoló olvadt fém hőhatással megölte a legénységet vagy a teljes tank megsemmisült a belső lőszerkészlet berobbanásától.

Panzerfaust 30 Szerkesztés

A fegyver legelső verziója a Panzerfaust 30 volt. A fegyver egy 80 cm hosszú, és 3,3 cm átmérőjű csőből állt, ami 54 g nitro-cellulóz töltetet tartalmazott. A vége egy papírkupakkal le volt fedve, hogy ne tömíthesse el szennyeződés. Az elejében lévő harci fej 36 cm hosszú, és 10 cm átmérőjű volt, ami 400 g robbanótöltetet tartalmazott. A töltet 53-4% RDX és 46-7% TNT volt. [2] Ez 140 mm-es páncélt volt képes átégetni. A fej 28 m/s sebességgel hagyta el a csövet, ami 30 m-es lőtávolságot tett lehetővé. A hajtótöltet már azelőtt kiégett, hogy a csövet elhagyta volna, ezért az indításkor kijutott forró égésgázok sok balesetet okoztak a fegyver használóinak. Az 5,1 kilós fegyver egy elég kezdetleges célzórendszert kapott. Kibiztosítás után a ravaszt fedő kart fel kellett hajtani, aminek a teteje, valamint a fej teteje a céllal egy vonalba kellett essen. UMA faustpatroné-nak sok hiányossága volt, így hamarosan több változtatást is végeztek rajta. A fej a formája miatt könnyen lepattant a célpontról, így szélesebb, 14 cm lett, és 39,5 cm hosszú. A töltet tömegét 800 g-ra növelték, így 200 mm-re nőtt az átütőereje. A cső is szélesebb, 4,4 cm lett, valamint a lőpor mennyiségét is 95 g-ra növelték. A laposabb és nehezebb fej miatt, a majd kétszer akkora töltet ellenére, szintén csak 30 m/s-ra volt képes, ami 30 m-re volt elegendő. Ezenkívül a célzáson is fejlesztettek, mivel a korábbi erre szolgáló kallantyúra három jelet tettek, ami különböző távolságban lévő célpontok ellen segített (20, 30 és 40 m) bemérni a távolságot. Ezt azonban már nem faustpatroné-nak, hanem Panzerfaust 30-nak hívták, utalva a lőtávolságra. Ennek a gyártását 1943 szeptemberében kezdték meg. Azonban legfőbb probléma azaz a csekély lőtáv megoldatlan maradt.

Panzerfaust 60 Szerkesztés

Ez volt a legelterjetebb verzió, amelynek gyártása 1944 augusztusában kezdődött. A csekély hatótávolság miatt az indítócsövet 4,4-ről 5 cm-re vastagították, és a lőpor mennyiségét 134 g-ra növelték. Ez 45 m/s-ra gyorsította, és 60 méterre repítette az új Panzerfaust 60-at. A nagyobb lőtávolság miatt módosították a célzórendszert, amivel 80 m-ig lehetett vele célozni. A fegyver tömege 6,1 kg-ra emelkedett.

Panzerfaust 100 Szerkesztés

Ez az utolsó fegyvermódosítás, amely 1944 novemberétől jutott a csapatokhoz. Az indítócső átmérőjét 60 mm-re emelték és 35 cm-rel meghosszabbították. Ennek a lőportöltete már egy két részből álló 190 g-os töltet volt. A célzórendszert 150 m-ig módosították amelyek 30, 60, 80 és 150 méterre voltak kalibrálva.

Panzerfaust 150 és 250 Szerkesztés

1945 januárjában kezdték fejleszteni a Panzerfaust 150-et. A töltetet 56 cm-hosszú kúpos formára alakították, aminek köszönhetően kisebb töltettel is tartotta a 200 mm-es átütőerőt. Az indítócső már nem eldobható volt, hanem 10 lövésre volt használható. A harci fej 85 m/s-os sebességgel, 150 m-re volt képes elrepülni. Csak márciusban kezdték a gyártását, így mindössze néhány került ki a csapatokhoz. A Panzerfaust 250 fejlesztését 1945 szeptemberére fejezték volna be, de a fejlesztést nem tudták befejezni mert közben vége lett a háborúnak.

Kis lőtávolsága miatt használata nagy személyes bátorságot igényelt. A használót nem csak a célpont harckocsi veszélyeztette, hanem az ellenséges gyalogság tüze, a fegyver hajtósugara is könnyen okozott égési sérüléseket és a harckocsi megsemmisülésekor szétrepülő fémdarabok is komoly sérüléseket okozhattak. Leginkább városi harcban használták sikeresen, illetve az 1944-es normandiai csatározásokban, ahol a sövényfalak között jól használhatónak bizonyult.

A fegyver használat úgy nézett ki, hogy egy bonyolult, 8 lépésből álló élesítési folyamat során az elsütő szerkezetet berakták a fej és a rakétatest közé. Ezután a ravaszt fedő kart fel kellett hajtani, aminek a teteje, valamint a fej teteje a céllal egy vonalba kellett essen. A elsütőbillentyű megnyomása után beindult a rakétatest. A becsapódó lövedék csapódó gyújtója pedig indította a kumulatív gránátot.

UMA panzerfaust legfőbb erénye az olcsósága volt, darabja nagyjából 15 birodalmi márkába került. Az 5%-os selejt arány ellenére népszerű fegyver volt és a háború után a megmaradt példányokat sokáig hadrendben tartották amíg új páncélöklöket fejlesztettek ki.

Műszaki adatok Szerkesztés

A Panzerfaust-család műszaki-taktikai adatai
Típus Panzerfaust
klein
Panzerfaust
groß
Panzerfaust
60 m
Panzerfaust
100 m
Panzerfaust
150 m
Panzerfaust
250 m
Kivetőcső kaliber (mm) 28-33 44 44 44 ? ?
Kivetőcső hossza (cm) 80 80 80 115 115 60
Lövedék kaliber (mm) 100 150 150 150 ? ?
Páncél átütőképesség (mm) 140 220 220 200 360 ?
A kivetőtöltet tömege (g) 56 95 140 190-200 ? ?
A lövedék tömege (kg) 1,3 2,9 2,9 ? ? ?
Össztömeg (kg) 3,25 5,1 6,1 6,8 ? ?
A lövedék kezdősebessége (m/s) 25-8 30 48 60 85 150
Eredményes lőtávolság (m) 30 30 60 100 150 250

Német katona, a Panzerfaustot használva a keleti fronton, Ukrajnában 1943 decemberében.


Assista o vídeo: ПАНЦЕРФАУСТ ЧЕЛЛЕНДЖ! - МЫ ДЕЛАЛИ ЭТО 12 ЧАСОВ В PLAYERUNKNOWNS BATTLEGROUNDS!