Mohandas Gandhi - biografia, fatos e crenças

Mohandas Gandhi - biografia, fatos e crenças

Reverenciado em todo o mundo por sua filosofia não violenta de resistência passiva, Mohandas Karamchand Gandhi era conhecido por seus muitos seguidores como Mahatma, ou "o de grande alma". Ele começou seu ativismo como um imigrante indiano na África do Sul no início de 1900 e, nos anos que se seguiram à Primeira Guerra Mundial, tornou-se a figura principal na luta da Índia para obter a independência da Grã-Bretanha. Conhecido por seu estilo de vida ascético - muitas vezes ele vestia apenas uma tanga e xale - e devota fé hindu, Gandhi foi preso várias vezes durante sua busca pela não cooperação e realizou uma série de greves de fome para protestar contra a opressão das classes mais pobres da Índia, entre outras injustiças. Após a partição em 1947, ele continuou a trabalhar pela paz entre hindus e muçulmanos. Gandhi foi morto a tiros em Delhi em janeiro de 1948 por um fundamentalista hindu.

Vida pregressa

Mohandas Karamchand Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, em Porbandar, no atual estado indiano de Gujarat. Seu pai era o dewan (ministro-chefe) de Porbandar; sua mãe profundamente religiosa era uma devotada praticante do Vaishnavismo (adoração ao deus hindu Vishnu), influenciada pelo Jainismo, uma religião ascética governada por princípios de autodisciplina e não violência. Aos 19 anos, Mohandas saiu de casa para estudar direito em Londres no Inner Temple, uma das quatro faculdades de direito da cidade. Ao retornar à Índia em meados de 1891, ele estabeleceu um escritório de advocacia em Bombaim, mas teve pouco sucesso. Ele logo aceitou um cargo em uma empresa indiana que o enviou para seu escritório na África do Sul. Junto com sua esposa, Kasturbai, e seus filhos, Gandhi permaneceu na África do Sul por quase 20 anos.

Gandhi ficou chocado com a discriminação que sofreu como imigrante indiano na África do Sul. Quando um magistrado europeu em Durban lhe pediu para tirar o turbante, ele se recusou e deixou o tribunal. Em uma viagem de trem para Pretória, ele foi jogado para fora de um compartimento de trem de primeira classe e espancado por um motorista de diligência branco após se recusar a ceder seu assento para um passageiro europeu. Essa viagem de trem serviu como um ponto de viragem para Gandhi, e ele logo começou a desenvolver e ensinar o conceito de satyagraha (“verdade e firmeza”), ou resistência passiva, como uma forma de não cooperação com as autoridades.

O nascimento da resistência passiva

Em 1906, depois que o governo do Transvaal aprovou uma lei sobre o registro de sua população indígena, Gandhi liderou uma campanha de desobediência civil que duraria pelos próximos oito anos. Durante sua fase final em 1913, centenas de indianos que viviam na África do Sul, incluindo mulheres, foram para a prisão e milhares de mineiros indianos em greve foram presos, açoitados e até fuzilados. Finalmente, sob pressão dos governos britânico e indiano, o governo da África do Sul aceitou um compromisso negociado por Gandhi e o general Jan Christian Smuts, que incluía concessões importantes, como o reconhecimento de casamentos indianos e a abolição do poll tax existente para os indianos.

Em julho de 1914, Gandhi deixou a África do Sul para retornar à Índia. Ele apoiou o esforço de guerra britânico na Primeira Guerra Mundial, mas permaneceu crítico das autoridades coloniais por medidas que considerou injustas. Em 1919, Gandhi lançou uma campanha organizada de resistência passiva em resposta à aprovação do Parlamento dos Atos Rowlatt, que deu às autoridades coloniais poderes de emergência para suprimir atividades subversivas. Ele recuou depois que a violência estourou - incluindo o massacre por soldados liderados pelos britânicos de cerca de 400 indianos que participaram de uma reunião em Amritsar - mas apenas temporariamente, e em 1920 ele era a figura mais visível no movimento pela independência indiana.

Líder de um Movimento

Como parte de sua campanha não violenta de não cooperação pelo governo interno, Gandhi enfatizou a importância da independência econômica para a Índia. Ele defendia particularmente a manufatura de khaddar, ou tecido feito em casa, para substituir os têxteis importados da Grã-Bretanha. A eloqüência de Gandhi e a adoção de um estilo de vida ascético baseado na oração, jejum e meditação valeram-lhe a reverência de seus seguidores, que o chamavam de Mahatma (em sânscrito para "o de grande alma"). Investido com toda a autoridade do Congresso Nacional Indiano (INC ou Partido do Congresso), Gandhi transformou o movimento de independência em uma organização massiva, liderando boicotes a fabricantes britânicos e instituições que representam a influência britânica na Índia, incluindo legislaturas e escolas.

Depois que a violência esporádica estourou, Gandhi anunciou o fim do movimento de resistência, para consternação de seus seguidores. As autoridades britânicas prenderam Gandhi em março de 1922 e o julgaram por sedição; ele foi condenado a seis anos de prisão, mas foi libertado em 1924 após ser operado por apendicite. Ele se absteve de participação ativa na política pelos próximos anos, mas em 1930 lançou uma nova campanha de desobediência civil contra o imposto do governo colonial sobre o sal, que afetou muito os cidadãos mais pobres da Índia.

Um Movimento Dividido

Em 1931, depois que as autoridades britânicas fizeram algumas concessões, Gandhi cancelou novamente o movimento de resistência e concordou em representar o Partido do Congresso na Mesa Redonda em Londres. Enquanto isso, alguns de seus colegas de partido - principalmente Mohammed Ali Jinnah, uma voz importante da minoria muçulmana da Índia - ficaram frustrados com os métodos de Gandhi e com o que consideraram uma falta de ganhos concretos. Preso ao retornar por um governo colonial recentemente agressivo, Gandhi deu início a uma série de greves de fome em protesto contra o tratamento dos chamados "intocáveis" (as classes mais pobres) da Índia, que ele rebatizou de Harijans, ou "filhos de Deus". O jejum causou alvoroço entre seus seguidores e resultou em reformas rápidas por parte da comunidade hindu e do governo.

Em 1934, Gandhi anunciou sua aposentadoria da política em, bem como sua renúncia do Partido do Congresso, a fim de concentrar seus esforços no trabalho nas comunidades rurais. Atraído de volta à luta política pela eclosão da Segunda Guerra Mundial, Gandhi novamente assumiu o controle da INC, exigindo uma retirada britânica da Índia em troca da cooperação indiana com o esforço de guerra. Em vez disso, as forças britânicas aprisionaram toda a liderança do Congresso, levando as relações anglo-indianas a um novo ponto baixo.

Partição e morte de Gandhi

Depois que o Partido Trabalhista assumiu o poder na Grã-Bretanha em 1947, as negociações sobre o governo interno indiano começaram entre os britânicos, o Partido do Congresso e a Liga Muçulmana (agora liderada por Jinnah). Mais tarde naquele ano, a Grã-Bretanha concedeu à Índia sua independência, mas dividiu o país em dois domínios: Índia e Paquistão. Gandhi se opôs fortemente à partição, mas concordou com ela na esperança de que, após a independência, hindus e muçulmanos pudessem alcançar a paz internamente. Em meio aos tumultos massivos que se seguiram à partição, Gandhi pediu aos hindus e muçulmanos que vivessem pacificamente juntos e empreendeu uma greve de fome até que os tumultos em Calcutá cessassem.

Em janeiro de 1948, Gandhi realizou mais um jejum, desta vez para trazer paz à cidade de Delhi. Em 30 de janeiro, 12 dias após o fim do jejum, Gandhi estava a caminho de uma reunião de oração noturna em Delhi quando foi morto a tiros por Nathuram Godse, um fanático hindu enfurecido pelos esforços de Mahatma para negociar com Jinnah e outros muçulmanos. No dia seguinte, cerca de 1 milhão de pessoas seguiram a procissão enquanto o corpo de Gandhi era carregado pelas ruas da cidade e cremado nas margens do sagrado rio Jumna.

GALERIAS DE FOTOS






Biografia de Mohandas Gandhi, líder da independência indiana

Mohandas Gandhi (2 de outubro de 1869 a 30 de janeiro de 1948) foi o pai do movimento de independência indiana. Enquanto lutava contra a discriminação na África do Sul, Gandhi desenvolveu satyagraha, uma forma não violenta de protestar contra a injustiça. Retornando à Índia, sua terra natal, Gandhi passou os anos restantes trabalhando para acabar com o domínio britânico de seu país e melhorar a vida das classes mais pobres da Índia.

Fatos rápidos: Mohandas Gandhi

  • Conhecido por: Líder do movimento de independência da Índia
  • Também conhecido como: Mohandas Karamchand Gandhi, Mahatma ("Grande Alma"), Pai da Nação, Bapu ("Pai"), Gandhiji
  • Nascer: 2 de outubro de 1869 em Porbandar, Índia
  • Pais: Karamchand e Putlibai Gandhi
  • Faleceu: 30 de janeiro de 1948 em Nova Delhi, Índia
  • Educação: Graduação em Direito, Inner Temple, Londres, Inglaterra
  • Obras Publicadas: Mohandas K. Gandhi, Autobiografia: A História de Meus Experimentos com a Verdade,Batalha da liberdade
  • Cônjuge: Kasturba Kapadia
  • Crianças: Harilal Gandhi, Manilal Gandhi, Ramdas Gandhi, Devdas Gandhi
  • Citação Notável: "A verdadeira medida de qualquer sociedade pode ser encontrada em como ela trata seus membros mais vulneráveis."

Biografia de Mahatma Gandhi: Família, História, Movimentos e Fatos

Mahatma Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869 em Porbandar, Gujarat. Todos os anos, em 2 de outubro, Gandhi Jayanti é observado. Este ano, o dia marca o 151º aniversário de nascimento.

Mohandas Karamchand Gandhi ou Mahatma Gandhi foi um renomado ativista pela liberdade e um líder político autoritário ou poderoso que desempenhou um papel importante na luta da Índia pela Independência contra o domínio britânico da Índia. Ele também foi considerado o pai do país. Sem dúvida, ele também melhorou a vida dos pobres da Índia. Seu aniversário é comemorado todos os anos como Gandhi Jayanti. Sua ideologia de verdade e não-violência influenciou muitos e também foi adotada por Martin Luther e Nelson Mandela em seu movimento de luta.

Em 30 de janeiro, Mahatma Gandhi foi assassinado por Nathuram Godse e, portanto, esse dia é comemorado como o Dia do Mártir ou Shaheed Diwas.

Nome completo: Mohandas Karamchand Gandhi
Nascer: 2 de outubro de 1869
Local de nascimento: Porbandar, Gujarat
Morte: 30 de janeiro de 1948
Lugar da morte: Delhi, Índia
Causa da morte: Baleado por arma de fogo ou assassinato
Pai: Karamchand Gandhi
Mãe: Putlibai Gandhi
Nacionalidade: indiano
Cônjuge: Kasturba Gandhi
Crianças: Harilal Gandhi, Manilal Gandhi, Ramdas Gandhi e Devdas Gandhi
Profissões: Advogado, político, ativista, escritor

Na África do Sul por cerca de 20 anos, Mahatma Gandhi protestou contra as injustiças e a discriminação racial usando o método não violento de protestos. Seu estilo de vida simplista o conquistou, admiradores, tanto na Índia quanto no mundo exterior. Ele era popularmente conhecido como Bapu (Pai).

"A melhor maneira de se encontrar é se perder a serviço dos outros." - Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi: Antecedentes da Vida e da Família

Ele nasceu em 2 de outubro de 1869 em Porbandar, Gujarat. O nome de seu pai era Karamchand Gandhi e o nome de sua mãe era Putlibai. Aos 13 anos, Mahatma Gandhi se casou com Kasturba, que é um casamento arranjado. Eles tiveram quatro filhos, nomeadamente Harilal, Manilal, Ramdas e Devdas. Ela apoiou todos os esforços de seu marido até sua morte em 1944.

Seu pai era Dewan ou ministro-chefe de Porbandar, a capital de um pequeno principado no oeste da Índia britânica (atual estado de Gujarat). Mahatma Gandhi era filho da quarta esposa de seu pai, Putlibai, que pertencia a uma rica família Vaishnava. Deixe-nos dizer que em seus primeiros dias, ele foi profundamente influenciado pelas histórias de Shravana e Harishchandra, pois elas refletiam a importância da verdade.

Mahatma Gandhi: Educação

Quando Gandhi tinha 9 anos, ele foi para uma escola local em Rajkot e estudou o básico de aritmética, história, geografia e línguas. Aos 11 anos, ele foi para uma escola secundária em Rajkot. Por causa de seu casamento, pelo menos cerca de um ano, seus estudos foram prejudicados e mais tarde ele ingressou e completou seus estudos. Ele ingressou na faculdade Samaldas em Bhavnagar em 1888 em Gujarat. Mais tarde, um amigo de sua família, Mavji Dave Joshi, para prosseguir seus estudos, ou seja, direito em Londres. Gandhiji não estava satisfeito com os estudos no Samaldas College e então ficou entusiasmado com a proposta de Londres e conseguiu convencer sua mãe e esposa de que ele não tocaria em não-vegetais, vinho ou mulheres.

"Primeiro eles te ignoram, então eles riem de você, então eles brigam com você, então você vence." - Mahatma Gandhi

Para Londres

No ano de 1888, Mahatma Gandhi partiu para Londres para estudar Direito. Após dez dias de sua chegada, ele ingressou no Inner Temple, uma das quatro faculdades de Direito de Londres, onde estudou e exerceu a advocacia. Em Londres, ele também se juntou a uma Sociedade Vegetariana e apresentou o Bhagavad Gita por alguns de seus amigos vegetarianos. Mais tarde, o Bhagavad Gita deixou uma impressão e influenciou sua vida.

Mahatma Gandhi: Na África do Sul


Em maio, 1893 ele foi para a África do Sul para trabalhar como advogado. Lá, ele teve a experiência de discriminação racial em primeira mão quando foi expulso do apartamento da primeira classe do trem, apesar de ter a passagem da primeira classe, porque era reservada apenas para brancos e nenhum índio ou negro tinha permissão para viajar. a primeira classe. Este incidente teve um efeito grave sobre ele e ele decidiu protestar contra a discriminação racial. Ele observou ainda que esse tipo de incidente era bastante comum contra seus companheiros índios, que eram chamados pejorativamente de cules.

Sobre 22 de maio de 1894 Gandhi estabeleceu o Congresso Indígena de Natal (NIC) e trabalhou arduamente para melhorar os direitos dos índios na África do Sul. Em um curto período, Gandhi se tornou um líder da comunidade indiana na África do Sul. Tirukkural literatura indiana antiga, originalmente escrita em Tamil e posteriormente traduzida para várias línguas. Gandhiji também foi influenciado por este livro antigo. Ele foi influenciado pela ideia de Satyagraha que é uma devoção à verdade e em 1906 implementou um protesto não violento. Retornou à Índia em 1915, após passar 21 anos de sua vida na África do Sul, e sem dúvida lá lutou pelos direitos civis e nessa época se transformou em uma nova pessoa.

Mahatma Gandhi: papel no movimento de independência indiana

No 1915 , Gandhiji voltou para a Índia permanentemente e juntou-se ao Congresso Nacional Indiano com Gopal Krishna Gokhale como seu mentor.

A primeira grande conquista de Gandhi foi em 1918, quando liderou as agitações Champaran e Kheda de Bihar e Gujarat. Ele também liderou o Movimento de Não Cooperação, o Movimento de Desobediência Civil, o Swaraj e o movimento de Quit-India contra o governo britânico.

Mahatma Gandhi: Satyagraha


Gandhi identificou seu método geral de ação não violenta como Satyagraha. O Satyagraha de Gandhiji influenciou personalidades eminentes como Nelson Mandela e Martin Luther em sua luta pela liberdade, igualdade e justiça social. O Satyagraha de Mahatma Gandhi foi baseado em princípios verdadeiros e não-violência.

"Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre." - Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi: Morte

Mohandas Karamchand Gandhi foi assassinado em 30 de janeiro de 1948 por Nathuram Godse. Godse era um nacionalista hindu e membro do Mahasabha hindu. Ele acusou Gandhi de favorecer o Paquistão e se opôs à doutrina da não-violência.

"Você deve ser a mudança que deseja ver no mundo." - Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi: Obras literárias

Gandhi foi um escritor prolífico. Algumas de suas obras literárias são as seguintes:

• Hind Swaraj, publicado em Gujarati em 1909.

• Ele editou vários jornais que incluíam Harijan em Gujarati, em Hindi e na língua Inglesa Indian Opinion, Young India, em Inglês, e Navajivan, um Gujarati mensal.

• Gandhi também escreveu sua autobiografia, The Story of My Experiments with Truth.

• Suas outras autobiografias incluem: Satyagraha na África do Sul, Hind Swaraj ou Indian Home Rule.

Mahatma Gandhi: prêmios

• No 1930 , Gandhi foi nomeado o Homem do Ano pela revista Time.

• No 2011 , A revista Time apontou Gandhi como um dos 25 maiores ícones políticos de todos os tempos.

• Ele não recebeu o Prêmio Nobel da Paz, apesar de ter sido indicado cinco vezes entre 1937 e 1948.

• O Governo da Índia institucionalizou o Prêmio Gandhi da Paz anual para ilustres assistentes sociais, líderes mundiais e cidadãos. Nelson Mandela, o líder da luta da África do Sul contra o apartheid, foi o destinatário do prêmio.

"Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz estão em harmonia." - Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi: Filme

Ben Kingsley retratou Mahatma Gandhi no 1982 filme Gandhi, que ganhou o Oscar de Melhor Filme.

Portanto, Mahatma Gandhi seria lembrado para sempre enquanto espalhava a mensagem de não-violência, verdade, fé em Deus e também lutava pela independência da Índia. Seus métodos inspiraram vários líderes, jovens não apenas na Índia, mas também fora da Índia. Na história da Índia, ele é considerado a personalidade mais proeminente e a pessoa mais simples que usa dhoti. Ele espalhou a mensagem de swaraj e ensinou aos índios como se tornarem independentes.

"Nenhuma cultura pode viver, se tentar ser exclusiva." - Mahatma Gandhi

"A fé não é algo para se agarrar, é um estado para o qual crescer." - Mahatma Gandhi


Livro importante relacionado a Mahatma Gandhi

  • ‘Prisioneiro de Gandhi’ é um livro escrito por Uma Dupfeli Mistri, filha do filho de Gandhiji & # 8217s, Manilal.
  • ‘I follow Mahatma’ é um livro escrito por K.M. Munshi.
  • K Narayan escreveu “Esperando pelo Mahatma”.
  • ‘Aweekwith Gandhi, Gandhi, and Stalin e Life of Mahatma Gandhi são o livro escrito por Fischer.
  • A autobiografia de Gandhiji, "Meus experimentos com a verdade", foi escrita em 1922 enquanto ele estava na prisão. Descreve sua vida de 1869 a 1921. Foi traduzido para o inglês por Mahadev Desai.

“As gerações vindouras podem assustar acreditar que alguém como este, em carne e osso, andou sobre a terra”, disse Einstein sobre Gandhiji. “Verdade e não violência são meus deuses” Gandhiji. A intocabilidade é um crime contra Deus e contra o homem Gandhiji.


Mahatma Gandhi

Mohandas Gandhi foi um líder do movimento de independência da Índia. Quando a Índia era uma colônia da Grã-Bretanha, Gandhi usou métodos não violentos para protestar contra o domínio britânico. Seus esforços lhe renderam o título de Mahatma. Mahatma significa "grande alma".

Vida pregressa

Mohandas Karamchand Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, em Porbandar, Índia. Em sua juventude, ele aprendeu as religiões do hinduísmo e do jainismo. A não violência é uma das principais ideias do jainismo.

Durante seus anos na escola, Gandhi foi considerado um aluno comum. Em 1887, ele terminou seus estudos na Universidade de Bombaim. Ele então se mudou para a Inglaterra para estudar Direito. Ele voltou para a Índia em 1891. Ele tentou iniciar uma carreira de advogado, mas não teve sucesso.

Trabalho na áfrica do sul

Em 1893, Gandhi conseguiu um emprego em uma colônia britânica na África do Sul. Lá, ele viu europeus maltratando colonos indígenas. Ele entrou na política para lutar pelos direitos dos índios.

Gandhi usou seu método de protesto não violento pela primeira vez em 1906. Ele disse aos indianos que eles não deveriam obedecer às leis britânicas que considerassem erradas. Ele também disse que eles deveriam permanecer em paz, não importa como foram punidos por suas ações. Este novo método de protesto ficou conhecido como satyagraha, ou "devoção à verdade".

Protestos na Índia

Gandhi retornou à Índia em 1915. Em poucos anos, ele se tornou o líder político mais poderoso da Índia. Ele liderou grandes protestos em 1920–22, 1930–34 e 1940–42. Os seguidores de Gandhi pararam de usar produtos britânicos. Eles se recusaram a entrar nas cortes e escolas britânicas. Em 1930, Gandhi liderou um protesto contra o imposto britânico sobre o sal. Ele liderou os índios em uma marcha até o mar para coletar seu próprio sal. Gandhi às vezes era preso por suas ações.

Independência

Gandhi foi preso por dois anos durante a Segunda Guerra Mundial. Ele e outros líderes indianos exigiram independência imediata como o preço da Índia para ajudar a Grã-Bretanha na guerra. Depois de ser libertado, Gandhi continuou a trabalhar pela independência.

A Índia finalmente conquistou sua independência em 1947. Foi uma grande vitória para Gandhi. Mas ele ficou desapontado porque as terras da Índia foram divididas em dois novos países: Índia e Paquistão. Antes e depois da divisão da Índia, o país foi dividido por confrontos entre hindus e muçulmanos. Gandhi tentou fazer as pazes. Em 30 de janeiro de 1948, na cidade de Delhi, ele foi baleado e morto por um hindu.

Lugar na História

Gandhi foi um dos maiores líderes políticos e sociais do século XX. Seu uso de protesto não violento acabou levando à independência de seu país. Em seu país, ele apoiou os direitos de hindus e muçulmanos. Ele também buscou um tratamento melhor para grupos que todos os outros menosprezavam.

Gandhi era admirado por muitas pessoas influentes de sua época e além. Albert Einstein, um dos maiores gênios da história da ciência, admirava profundamente Gandhi. Muitos outros que lutaram por igualdade e justiça foram inspirados a seguir o caminho traçado por Gandhi. Martin Luther King Jr. aprendeu sobre a filosofia de não-violência de Gandhi e a usou para obter vitórias para o movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos.


Mahatma Gandhi Biografia, Mahatma Gandhi Ji, Mohandas Gandhi, Mahatma Gandhi History, Biografia de Mahatma Gandhi, Mahatma Gandhi Story, Mahatma Gandhi Information, Gandhi Biografia, Mahatma Gandhi Childhood

Mahatma Gandhi Biografia, Mahatma Gandhi Ji, Mohandas Gandhi, Mahatma Gandhi History, Biografia de Mahatma Gandhi, Mahatma Gandhi Story, Mahatma Gandhi Information, Gandhi Biografia, Mahatma Gandhi Childhood

Biografia de Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi foi o principal líder do movimento de independência da Índia e também o arquiteto de algum tipo de desobediência civil não violenta que poderia influenciar o mundo inteiro. Até Gandhi ser assassinado em 1948, seus ensinamentos e ativistas motivados pela vida, como Martin Luther King Jr. e Nelson Mandela.

Quem foi Mahatma Gandhi?

Mahatma Gandhi foi o pioneiro do movimento de independência não violento da Índia contra o domínio britânico e também na África do Sul, que defendeu os direitos civis dos indianos. Produzido em Porbandar, Índia, Gandhi estudou direito e organizou boicotes contra associações britânicas em tipos calmos de desobediência civil. Ele foi assassinado por um Nathuram Godse em 1948.

Mahatma Gandhi Primeira Vida e Educação

O líder nacionalista indiano Gandhi (nascido Mohandas Karamchand Gandhi) nasceu em 2 de outubro de 1869, em Porbandar, Kathiawar, Índia, que então fazia parte do Império Britânico. O pai de Gandhi e rsquos, Karamchand Gandhi, serviu como ministro-chefe em Porbandar e outros estados no oeste da Índia. Sua mãe, Putlibai, era uma mulher profundamente religiosa que jejuava regularmente.

O jovem Gandhi era um estudante tímido e comum, tão tímido que dormia com as luzes acesas mesmo quando era adolescente. Nos anos seguintes, o adolescente se rebelou fumando, comendo carne e roubando trocados dos empregados domésticos.

Embora Gandhi estivesse interessado em se tornar um médico, seu pai esperava que ele também se tornasse um ministro do governo e o orientou a entrar na profissão de advogado. Em 1888, Gandhi, de 18 anos, partiu para Londres, na Inglaterra, para estudar Direito. O jovem indiano lutou com a transição para a cultura ocidental.

Ao retornar à Índia em 1891, Gandhi soube que sua mãe havia morrido apenas algumas semanas antes. Ele lutou para se firmar como advogado. Em seu primeiro caso no tribunal, um Gandhi nervoso ficou em branco quando chegou a hora de interrogar uma testemunha. Ele fugiu imediatamente do tribunal após reembolsar seu cliente pelos honorários advocatícios.

Religião e crenças de Gandhi & rsquos

Gandhi cresceu adorando o deus hindu Vishnu e seguindo o jainismo, uma antiga religião indiana moralmente rigorosa que defendia a não violência, o jejum, a meditação e o vegetarianismo.

Durante a primeira estada de Gandhi em Londres, de 1888 a 1891, ele se tornou mais comprometido com uma dieta sem carne, juntando-se ao comitê executivo da Sociedade Vegetariana de Londres, e começou a ler uma variedade de textos sagrados para aprender mais sobre as religiões mundiais.

Morando na África do Sul, Gandhi continuou a estudar as religiões mundiais. "O espírito religioso dentro de mim tornou-se uma força viva", escreveu ele sobre o tempo que passou ali. Ele mergulhou nos sagrados textos espirituais hindus e adotou uma vida de simplicidade, austeridade, jejum e celibato livre de bens materiais.

Mahatma Gandhi na África do Sul

Depois de lutar para encontrar trabalho como advogado na Índia, Gandhi obteve um contrato de um ano para prestar serviços jurídicos na África do Sul. Em abril de 1893, ele partiu para Durban, no estado sul-africano de Natal.

Quando Gandhi chegou à África do Sul, ficou rapidamente horrorizado com a discriminação e a segregação racial enfrentada pelos imigrantes indianos nas mãos de autoridades brancas britânicas e bôeres. Após sua primeira aparição em um tribunal de Durban, Gandhi foi convidado a remover seu turbante. Ele se recusou e deixou o tribunal. O anunciante de Natal zombou dele na imprensa, dizendo que ele era um "visitante indesejado".

Desobediência Civil Não Violenta

Um momento seminal ocorreu em 7 de junho de 1893, durante uma viagem de trem para Pretória, África do Sul, quando um homem branco se opôs à presença de Gandhi & rsquos no compartimento da ferrovia de primeira classe, embora ele tivesse uma passagem. Recusando-se a ir para a parte de trás do trem, Gandhi foi removido à força e jogado para fora do trem em uma estação em Pietermaritzburg.

O ato de desobediência civil de Gandhi despertou nele a determinação de se dedicar à luta contra a "doença do preconceito de cores". , o homem pequeno e modesto se tornaria uma força gigante pelos direitos civis. Gandhi formou o Congresso Indígena de Natal em 1894 para combater a discriminação.

Gandhi preparou-se para retornar à Índia no final de seu contrato de um ano, até que soube, em sua festa de despedida, de um projeto de lei perante a Assembleia Legislativa de Natal que privaria os indianos do direito de voto. Outros imigrantes convenceram Gandhi a ficar e liderar a luta contra a legislação. Embora Gandhi não tenha conseguido impedir a aprovação da lei, ele chamou a atenção internacional para a injustiça.

Após uma breve viagem à Índia no final de 1896 e início de 1897, Gandhi voltou à África do Sul com sua esposa e filhos. Gandhi dirigia uma prática jurídica próspera e, com a eclosão da Guerra dos Bôeres, levantou um corpo de ambulâncias totalmente indiano de 1.100 voluntários para apoiar a causa britânica, argumentando que se os indianos esperassem ter plenos direitos de cidadania no Império Britânico, eles também precisava assumir suas responsabilidades.

Satyagraha Andolan, Champaran Satyagraha

Em 1906, Gandhi organizou sua primeira campanha de desobediência civil em massa, que ele chamou de & ldquoSatyagraha & rdquo (& ldquotruth e firmeza & rdquo), em reação ao governo do Transvaal sul-africano & rsquos novas restrições aos direitos dos índios, incluindo a recusa em reconhecer casamentos hindus.

Após anos de protestos, o governo prendeu centenas de índios em 1913, incluindo Gandhi. Sob pressão, o governo sul-africano aceitou um compromisso negociado por Gandhi e o general Jan Christian Smuts, que incluía o reconhecimento dos casamentos hindus e a abolição do poll tax para os indianos.

Mahatma Gandhi Retorno à Índia

Quando Gandhi partiu da África do Sul em 1914 para voltar para casa, Smuts escreveu: & ldquoO santo deixou nossas costas, espero sinceramente para sempre. & Rdquo Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, Gandhi passou vários meses em Londres.

Em 1915, Gandhi fundou um ashram em Ahmedabad, Índia, que estava aberto a todas as castas. Usando uma tanga simples e xale, Gandhi viveu uma vida austera devotada à oração, jejum e meditação. Ele ficou conhecido como & ldquoMahatma & rdquo, que significa & ldquogreat soul. & Rdquo

Mahatma Gandhis Oposição ao domínio britânico na Índia

Em 1919, com a Índia ainda sob o firme controle dos britânicos, Gandhi teve um redespertar político quando a recém-promulgada Lei Rowlatt autorizou as autoridades britânicas a prender pessoas suspeitas de sedição sem julgamento. Em resposta, Gandhi convocou uma campanha Satyagraha de protestos e greves pacíficas.

Em vez disso, eclodiu a violência, que culminou em 13 de abril de 1919, no massacre de Amritsar. Tropas lideradas pelo brigadeiro-general britânico Reginald Dyer dispararam metralhadoras contra uma multidão de manifestantes desarmados e mataram quase 400 pessoas.

Incapaz de jurar lealdade ao governo britânico, Gandhi devolveu as medalhas que ganhou por seu serviço militar na África do Sul e se opôs ao recrutamento militar obrigatório de indianos para servir na Primeira Guerra Mundial.

Gandhi se tornou uma figura importante no movimento indiano de governo autônomo. Apelando a boicotes em massa, ele exortou os funcionários do governo a pararem de trabalhar para a Coroa, os estudantes a pararem de frequentar as escolas públicas, os soldados a deixarem os seus cargos e os cidadãos a pararem de pagar impostos e de comprar bens britânicos.

Em vez de comprar roupas de fabricação britânica, ele começou a usar uma roda giratória portátil para produzir seu próprio tecido. A roda giratória logo se tornou um símbolo da independência e autossuficiência da Índia.

Gandhi assumiu a liderança do Congresso Nacional Indiano e defendeu uma política de não violência e não cooperação para alcançar o governo doméstico. Depois que as autoridades britânicas prenderam Gandhi em 1922, ele se declarou culpado de três acusações de sedição. Embora condenado a seis anos de prisão, Gandhi foi libertado em fevereiro de 1924 após uma cirurgia de apendicite.

Ele descobriu, ao ser solto, que as relações entre os hindus e muçulmanos da Índia diminuíram durante seu tempo na prisão. Quando a violência entre os dois grupos religiosos explodiu novamente, Gandhi começou um jejum de três semanas no outono de 1924 para pedir unidade. Ele permaneceu afastado da política ativa durante grande parte do final dos anos 1920.

Mahatma Gandhi e a Marcha do Sal

Gandhi voltou à política ativa em 1930 para protestar contra os atos britânicos de sal, que não apenas proibiam os indianos de coletar ou vender sal e mdasha, um alimento básico para a dieta, mas impôs um imposto pesado que atingiu os mais pobres do país de maneira particularmente forte. Gandhi planejou uma nova campanha de Satyagraha, a Marcha do Sal, que envolvia uma marcha de 390 quilômetros até o Mar da Arábia, onde ele coletaria sal em desafio simbólico ao monopólio do governo.

"Minha ambição é nada menos do que converter o povo britânico pela não violência e, assim, fazê-los ver o mal que fizeram à Índia", escreveu ele dias antes da marcha para o vice-rei britânico, Lord Irwin.

Usando um xale branco feito em casa e sandálias e carregando uma bengala, Gandhi saiu de seu retiro religioso em Sabarmati em 12 de março de 1930, com algumas dezenas de seguidores. Quando ele chegou, 24 dias depois, à cidade costeira de Dandi, as fileiras dos manifestantes aumentaram e Gandhi infringiu a lei ao fazer sal com a evaporação da água do mar.

A Marcha do Sal gerou protestos semelhantes e a desobediência civil em massa varreu a Índia. Aproximadamente 60.000 indianos foram presos por violar os Atos do Sal, incluindo Gandhi, que foi preso em maio de 1930.

Ainda assim, os protestos contra os Atos do Sal elevaram Gandhi a uma figura transcendente em todo o mundo. Ele foi nomeado pela revista Time & rsquos & ldquoMan of the Year & rdquo em 1930.

Gandhi foi libertado da prisão em janeiro de 1931 e, dois meses depois, fez um acordo com Lord Irwin para encerrar o Salt Satyagraha em troca de concessões que incluíam a libertação de milhares de prisioneiros políticos. O acordo, no entanto, em grande parte manteve os Atos do Sal intactos. Mas deu aos que viviam nas costas o direito de colher sal do mar.

Hoping that the agreement would be a stepping-stone to home rule, Gandhi attended the London Round Table Conference on Indian constitutional reform in August 1931 as the sole representative of the Indian National Congress. The conference, however, proved fruitless.

Mahatma Gandhi Protesting &ldquoUntouchables&rdquo Segregation

Gandhi returned to India to find himself imprisoned once again in January 1932 during a crackdown by India&rsquos new viceroy, Lord Willingdon. He embarked on a six-day fast to protest the British decision to segregate the &ldquountouchables,&rdquo those on the lowest rung of India&rsquos caste system, by allotting them separate electorates. The public outcry forced the British to amend the proposal.

After his eventual release, Gandhi left the Indian National Congress in 1934, and leadership passed to his protégé Jawaharlal Nehru. He again stepped away from politics to focus on education, poverty and the problems afflicting India&rsquos rural areas.

6 Movements Led by Mahatma Gandhi for India&rsquos Independence , Movements of Mahatma Gandhi

  1. Champaran Movement (1917) &ndash The Champaran Movement in 1917 was the first Satyagraha movement inspired by Gandhi and a major revolt in the Indian Independence Movement. Farmers of Bihar were protesting against the farming of indigo with barely any payment for it. The farmers oppressed Mahatma Gandhi when he returned to India from Sout Africa in 1915. They wanted Mahatma Gandhi to use the same methods that he had used in South Africa to organize mass uprisings by people to protest against injustice.Champaran Movement is the first popular movement which gave direction to India&rsquos youth and freedom fighters.
  2. Kheda Movement (1918) &ndash The Kheda Movement of 1918 was a major revolt in the Indian independence movement. The movement was started in the Kheda district of Gujarat by the Mahatma Gandhi during the period of the British Raj. People of Kheda were unable to pay the high taxes levied by the British due to crop failure and a plague epidemic.Therefore, Mahatma Gandhi organised this movement to support the peasants of Kheda district. It was the third Satyagraha movement led by Mahatma Gandhi after Champaran Satyagraha and Ahmedabad mill strike.
  3. Khilafat Movement (1919) &ndash The Khilafat Movement of 1919 is also known as the Indian Muslim movement (1919&ndash24). The Ottoman Empire, having sided with the Central Powers during World War I, suffered a major military defeat. The Muslims were protesting for the safety of their Ottoman Caliphate. The Muslim Community launched the khilafat movement under the guidance of Mahatma Gandhi to fight against the British government to restore the collapsing status of the Caliph in Turkey. The success of this movement made Mahatma Gandhi the national leader in no time. He became a notable spokesperson of the All India Muslim Conference.
  4. Non-cooperation Movement (1920) &ndash The Non-cooperation movement was launched on 1 August 1920 by Mahatma Gandhi. Following the Rowlatt Act of 17 March 1919, and the Jallianwala Bagh massacre of 13 April 1919, Indian National Congress withdrew its support for British reforms. Mahatma Gandhi launches the Non-cooperation movement with the aim of self-governance and obtaining full independence. His main motive was to establish non-cooperation, non-violence and made this non-violent movement as his weapons against Britishers. Through Non-cooperation movement Mahatma Gandhi urged the protestors to boycott Britisher&rsquos goods and services and wearing Khadi. Since then the movement became the motto of the Indian freedom movement.
  5. Salt Satyagraha Movement , Dandi march (1930) &ndash The Salt March, also known as the Salt Satyagraha, Dandi Satyagraha began with Dandi march in the year 1930. Dandi march was an act of nonviolent civil disobedience in colonial India led by Mohandas Karamchand Gandhi. Mahatma Gandhi started this march with 80 of his trusted volunteers. Walking ten miles a day for 24 days, the march spanned over 240 miles, from Sabarmati Ashram, 240 miles (384 km) to Dandi formerly known as Navsari.Many people joined them along the way. After reaching Dandi, Gandhi and his followers violated the salt laws by making salt from the salted seawater.
  6. Quit India Movement (1942) &ndash The Quit India Movement or the August Movement was launched at the Bombay session of the All-India Congress Committee by Mahatma Gandhi on 8 August 1942, during World War II, demanding an end to British Rule of India. Gandhi made a call to &lsquoDo or Die&rsquo in his Quit India speech delivered in Bombay session of the All-India Congress. As a consequence, the entire leadership of the Indian National Congress was imprisoned by the British officials without trial.Soon British officials realized that their days of the rule in India were over. By the end of World War II, they made clear indications of handing over the powers to India.

India&rsquos Independence from Great Britain

As Great Britain found itself engulfed in World War II in 1942, Gandhi launched the &ldquoQuit India&rdquo movement that called for the immediate British withdrawal from the country. In August 1942, the British arrested Gandhi, his wife and other leaders of the Indian National Congress and detained them in the Aga Khan Palace in present-day Pune.

&ldquoI have not become the King&rsquos First Minister in order to preside at the liquidation of the British Empire,&rdquo Prime Minister Winston Churchill told Parliament in support of the crackdown.With his health failing, Gandhi was released after a 19-month detainment in 1944.

After the Labour Party defeated Churchill&rsquos Conservatives in the British general election of 1945, it began negotiations for Indian independence with the Indian National Congress and Mohammad Ali Jinnah&rsquos Muslim League. Gandhi played an active role in the negotiations, but he could not prevail in his hope for a unified India. Instead, the final plan called for the partition of the subcontinent along religious lines into two independent states&mdashpredominantly Hindu India and predominantly Muslim Pakistan.

Violence between Hindus and Muslims flared even before independence took effect on August 15, 1947. Afterwards, the killings multiplied. Gandhi toured riot-torn areas in an appeal for peace and fasted in an attempt to end the bloodshed. Some Hindus, however, increasingly viewed Gandhi as a traitor for expressing sympathy toward Muslims.

Mahatma Gandhi&rsquos Wife and Kids

At the age of 13, Gandhi wed Kasturba Makanji, a merchant&rsquos daughter, in an arranged marriage. She died in Gandhi&rsquos arms in February 1944 at the age of 74.In 1885, Gandhi endured the passing of his father and shortly after that the death of his young baby.

In 1888, Gandhi&rsquos wife gave birth to the first of four surviving sons. A second son was born in India 1893. Kasturba gave birth to two more sons while living in South Africa, one in 1897 and one in 1900.

Assassination of Mahatma Gandhi , Partition and Death of Gandhi

The 20th century&rsquos most famous apostle of non-violence himself met a violent end. Mohandas Mahatma (&lsquothe great soul&rsquo) Gandhi, who had taken a leading role in spearheading the campaign for independence from Britain, hailed the partition of the sub-continent into the separate independent states of India and Pakistan in August 1947 as &lsquothe noblest act of the British nation&rsquo. He was, though, horrified by the violence that broke out between Hindus, Muslims and Sikhs and the eviction of thousands from their homes in the run-up to Independence Day, 15 August 1947, and undertook a fast to the death, a tactic he had employed before, to shame those who provoked and took part in the strife. Messages of support came from around the world, including Pakistan, where Jinnah&rsquos new government commended his concern for peace and harmony. There were Hindus, however, who thought that Gandhi&rsquos insistence on non-violence and non-retaliation prevented them from defending themselves against attack. Ominous cries of &lsquoLet Gandhi die!&rsquo were heard in Delhi, where Gandhi was occupying a mansion called Birla Lodge.

On 13 January, beginning what would prove to be his last fast, the Mahatma said: &lsquoDeath for me would be a glorious deliverance rather than that I should be a helpless witness of the destruction of India, Hinduism, Sikhism and Islam&rsquo, and explained that his dream was for the Hindus, Sikhs, Parsis, Christians and Muslims of all India to live together in amity. On the 20th a group of Hindu fanatics, who detested Gandhi&rsquos calls for tolerance and peace, set off a bomb some yards from him, which did no harm. It was not the first attempt on Gandhi&rsquos life, but he said: &lsquoIf I am to die by the bullet of a madman, I must do so smiling. There must be no anger within me. God must be in my heart and on my lips.&rsquo

On 29 January one of the fanatics, a man in his thirties named Nathuram Godse, returned to Delhi, armed with a Beretta automatic pistol. About 5pm in the afternoon of the next day, the 78-year-old Gandhi, frail from fasting, was being helped across the gardens of Birla House by his greatnieces on his way to a prayer meeting when Nathuram Godse emerged from the admiring crowd, bowed to him and shot him three times at point-blank range in the stomach and chest. Gandhi raised his hands in front of his face in the conventional Hindu gesture of greeting, almost if he was welcoming his murderer, and slumped to the ground, mortally wounded. Some said that he cried out, &lsquoRam, Ram&rsquo (&lsquoGod, God&rsquo), though others did not hear him say anything. In the confusion there was no attempt to call a doctor or get the dying man to hospital and he died within half an hour.

Despite the efforts of Nehru and other leaders, violence erupted in Bombay and elsewhere in India, with riots and arson. There were attacks on Brahmins, because the killer was a Brahmin. Police in Bombay had to open fire on the rioters. It was an outcome which would have profoundly horrified Gandhi himself.

Godse and a co-conspirator were executed by hanging in November 1949. Additional conspirators were sentenced to life in prison.

Mahatma Gandhi&rsquos Legacy

Even after Gandhi&rsquos assassination, his commitment to nonviolence and his belief in simple living &mdash making his own clothes, eating a vegetarian diet and using fasts for self-purification as well as a means of protest &mdash have been a beacon of hope for oppressed and marginalized people throughout the world.

Satyagraha remains one of the most potent philosophies in freedom struggles throughout the world today. Gandhi&rsquos actions inspired future human rights movements around the globe, including those of civil rights leader Martin Luther King Jr. in the United States and Nelson Mandela in South Africa.

Gandhi forged India&rsquos independence from British rule in 1947 by staging massive peaceful demonstrations against poverty and the fight for women&rsquos rights and religious tolerance. Despite his death, Gandhi has become immortalized in our psyche as a hero of human rights and synonymous with the act of peaceful protest. He continues to inspire nonviolent human rights movements all around the world and has influenced the leadership of contemporary heavyweights like Nelson Mandela, Cesar Chavez, the Dalai Lama, and Aung San Suu Kyi.

Who called the Bapu of Mahatma Gandhi ?
Rabindranath Tagore , Rabindranath Tagore called him Bapu , Bapu is a word for &ldquofather&rdquo in many Indian languages such as Gujarati and Marathi

In honor of Gandhi&rsquos legacy, we look at some surprising facts about his personal life, career, and politics.


Mahatma Gandhi Information

  • Full Name: Mohandas Karamchand Gandhi
  • Date of Birth: 2nd October 1869
  • Place of Birth: Porbandar, Gujarat
  • Professions: Lawyer, politician, activist, writer
  • Father: Karamchand Gandhi
  • Mother: Putlibai Gandhi
  • Spouse: Kasturba Gandhi
  • Children: Harilal Gandhi, Manilal Gandhi, Ramdas Gandhi, and Devdas Gandhi
  • Date of Death: 30th January 1948
  • Place of Death: Delhi, India

History of Mahatma Gandhi

* In Porbandar of Gujarat Gandhi’s mother was exposed to Jainism, the people who were following totally non-violence, so it impacted even Mahatma Gandhi to have social quality.

Gandhi grew by watching the dramas of ‘Satya Harishchandra‘ who followed the truth as his life even in his extreme difficulties faced. So these helped him to follow the truth and non-violence.

* Today some of his vision come true in Gujarat, you can find the majority of the people are vegetarian and alcohol-free with the efforts taken by Narendra Modi when he was chief minister of the state.

* Mahatma Gandhi was an average student like us learning English and grew up normally as every child but distracted with early marriage at the age of 13 years.

His wife name was Kasturba Gandhi who was a relative of his family.

In the early days of Gandhi he doesn’t seem to be so good, he admits himself that he was drinking, stealing from his father’s pocket and eating meat because he was having a strong belief that the vegetarians are been weaker and ruled by dominant people, but later he changed.

Wife Kasturba Gandhi was complaining about his activities to his father-in-law but he was keeping quiet. His father died when he was at the age of 16.

* After his schooling at the age of 18 years, his family friend suggested to go to England and get trained to be a lawyer, this was a situation where the game starts.

At the time his mother gave him a sacred necklace of beats made with Tulasi plant which was loved by god Vishnu for the protection by the care of the mother with the promise and witnessed to leave her son from wine, women, and meat.

* He left Bombay on 4th September 1888 beside the opposition by his neighbors he crossed the borders and reached London.

when he left the shore in Bombay he was wearing a white and white suit to transform himself like other fellowmen who live in England.

In that country almost all people normally eat meat and drink alcohol, it was difficult for Mahatma Gandhi initially but because of the promise made to his mother he never went into the wrong route, which helped him to follow non-violence later.

* Before Gandhi left India he presided to eat meat which makes Indian strong to fight against British but when he left at the time from England he was totally opposed eating meat resulted to adopt non-violence.

Incidents of Mahatma Gandhi Faced in South Africa?

When Gandhi returned to India he was in search of work as a lawyer. Dada Abdullah a merchandiser asked him to work for his case in South Africa.

Then Mahatma Gandhi accepted the invite and went to Durban, Natal (now KwaZulu-Natal) South Africa in 1893.

In South Africa, he faced much racial discrimination and humiliation by Europeans which made him trigger to get equal rights for everyone.

When he was traveling in South Africa train with a first-class ticket and the conductor wanted him to move to the third class because he was black.

He refused to leave his seat and was expelled from the train through station master because of the only reason he was black.

He said in his Biography: “the cold was very bitter. My overcoat was in my bags, however, I failed to dare to ask them, I thought again I may be abused once more, therefore I sat and shivered in the PIETERMARITZBURG station“.

He started thinking whether his “duty”: ought he to remain back and fight for his “rights”, or ought to he come to India? His own “hardship was superficial”, “only a proof of the deep unwellness of color prejudice.”

Result made Mahatma Gandhi fight against racial and inequality by his knowledge of civil and his experience.

After Gandhi returned India he told his experience with his friends and expressed his feelings to fight against the British to get equal rights.

Gandhi slowly entered the political area fighting for a cause of right to vote for all people asked by his friends and merchant traders, with the petition named of 9,000 people and hence became the substantial force in politics Led Indian Natal Congress.

But the scenario was totally different from Gandhi’s thinking truth and non-violence because of the British.

But there was an Anglo-Zulu war between British and South Africa, he was helpless because he convinced some of the South Africans opting for non-violence which caused a disaster because they were shorted with weapons and men which made them lose and was a lesson to Gandhi.

Gandhi later created a community in Turban where he married as well but their family also accepted the reality of how they live but it was difficult to him managing the family as well as the community.

He himself became more simplest by following the new and practical philosophy of life which inspired millions of people.

Popular Movements in Mahatma Gandhi Life

He fought against British racist policies in South Africa and came back to India, Gandhi has earned some reputation for his work.

Freedom Fighters of India consist of many great leaders but in the beginning, a leader of the Indian National Congress who was named Gopal Krishna Gokhale asked Gandhi to join India’s struggle for Independence against the rule of British towards Indians.

Gokhale explained Gandhi about the current situation Indians are facing social injustice which was the foundation to join Gandhi as a member of the Indian National Congress.

A) Champaran Satyagraha (1917)

Champaran Satyagraha was the first success of Mahatma Gandhi after returning from South Africa to India. British forced the farmers to grow Indigo which was in less demand but the price was high in the market and they were forced to sell for a fixed price that made them trigger.

Gandhi was asked for help from the farmers. Gandhi followed the non-violence principle in the movement which was shocked to the administration and finally achieved by getting concessions.

B) Kheda Satyagraha (1917 – 1918)

Kheda was hit by the floods so farmers were unable to pay taxes later they asked Britishers to relax them from tax which was not agreed by them, this was observed by Gandhi and taken this case seriously which resulted in the acceptance of relaxation from tax.

C) Khilafat Movement Post World War I (1919 – 1924)

British had agreed to grant Independence if Gandhi supports the British during World War I but failed as promised, it resulted in the Khilafat Movement started.

Mahatma Gandhi understood that if Hindus and Muslims unite and fight against the British they will succeed, and tried to convince masses of both the religion, at last, he failed to do so.

D) Non-cooperation Movement (1920 – 1922)

Non-Cooperation Movement was the biggest problem faced by the British, Gandhi made his fellow men’s to stop co-operating with British because he believed only by co-operation giving by Indians to British giving the chance to rule by them.

Gandhi warned the British not to pass Rowlatt Act, as they did not pay attention Gandhi asked people to start civil disobedience against British but they tried to suppress the movement by force with firing on people who were following peace in Delhi. At this time, the British arrested Mahatma Gandhi and many protesters.

On 13th April 1919, it was a “BLACK DAY” for India because of a British officer General Dyer has ordered to open fire on a crowd who were following peace consist of all men, women, and children in the place Amritsar’s Jallianwala Bagh, the incident was known as ‘Jallianwala Bagh Massacre’.

This incident made Indians more aggressive to get Independence and rioted as they wish so, Mahatma Gandhi wanted peace hence started fasting till everyone stop rioting and follow non-violence.

E) Purna Swaraj (1922 – 1929)

Non-cooperation movement became popular throughout India by the efforts of Mahatma Gandhi.

Then he expanded the movement as Swaraj by telling people not to buy the goods made by British, he didn’t stop there he also asked the people to resign from British Government employment, stop studying in British Institutions and practice of law in court.

But a day came in 1922 Uttar Pradesh were British forced to stop the moment by arresting Gandhi on 10th March 1922, he was granted 6 years of imprisonment but he served for 2 years over there, In 1929 the Congress party officially declared as Purna Swaraj.

F) Simon Commission and Salt Satyagraha (1927 – 1930)

In the duration of the 1920s, Mahatma Gandhi focused on bridging the gap between the Indian National Congress and the Swaraj Party.

In 1927, the British had appointed Sir John Simon as head of a new constitutional reform commission, commonly known as the “Simon Commission”.

There was not even an Indian in the commission. Shaken by this, Gandhi passed a resolution in the Calcutta Congress in December 1928, asking the British government to grant him the status of Indian rule.

In case of non-compliance with this request, the British had to face a new campaign of non-violence, with the aim of total independence of the country. The resolution was rejected by the British.

The flag of India was displayed by the Indian National Congress on 31st December 1929 at its Lahore session. On January 26, 1930, it was celebrated as the Independence Day of India.

But the British recognize it and soon imposed a tax on salt which resulted in Salt Satyagraha was launched in March 1930 as an opposition to this movement.

Gandhi commenced the Dandi March with his followers, going from Ahmadabad to Dandi walking. The protest turned into successful and brought about the Gandhi-Irwin Pact in March 1931.

British Negotiations over Round Table Conferences with Gandhi (1930–32)

After the Gandhi-Irwin Pact, Gandhi was invited to round tables by the British. When Gandhi demanded Indian independence, the British questioned Gandhi’s motives and asked him not to speak for the entire nation.

They invited many religious leaders and B. R. Ambedkar to represent the untouchables. The British promised many rights to various religious groups and also to the untouchables.

Fearing that this movement would further divide India, Gandhi protested against this by fasting.

After knowing the true intentions of the British in the Second Round Table Conference(7th September 1931 to 1st December 1931) in London, he invented another Satyagraha, for which he was arrested again.

G) Quit India Movement (1942)

During the Second World War, Mahatma Gandhi intensified his protests for the complete independence of India. He drafted a resolution calling on the British to leave India.

The “Quit India Movement” or “Bharat Chhodo Andolan” was the most aggressive movement launched by the Indian National Congress under the leadership of Mahatma Gandhi.

Gandhi was arrested on August 9th, 1942, and detained for two years at the Aga Khan Palace in Pune, where he lost his secretary, Mahadev Desai, and his wife, Kasturba.

The Quit India movement ended in late 1943 when the British implied that total power would be transferred to the Indian people. Gandhi annulled the measure that resulted in the release of 100,000 political prisoners.

Finally Got Freedom but with the Partition (1946 – 1947)

The proposal of Independence and distribution of partitions offered by the mission of the British cabinet in 1946 was accepted by Congress, although Mahatma Gandhi advised otherwise.

Sardar Patel convinced Gandhi that this was the only way to avoid the civil war and gave his consent reluctantly.

After the Independence of India, Gandhi focused on the peace and unity of Hindus and Muslims. He launched his fast up to the death in Delhi and called on people to end community violence and emphasized that the payment of 55 crores of rupees, according to the agreement of the partition council, will be made to Pakistan.

In the end, all political leaders accepted his wishes and broke his fast.

Murder of Mahatma Gandhi (30th January 1948)

The inspiring life of Mahatma Gandhi ended in 1948, when a fanatic, Nathuram Godse, shot him point-blank.

Nathuram was a Hindu radical who blamed Gandhi for weakening India by sharing payments to Pakistan. Godse and his co-conspirator Narayan Apte were convicted later on 15th November 1949.

Mahatma Gandhi proposed the acceptance and practice of truth, non-violence, vegetarianism, Brahmacharya (celibacy), simplicity, and faith in God.

Although he is always remembered as the man who fought for the independence of India, his greatest legacy is the tools he used in his fight against the British.

Mahatma Gandhi Unknown Facts

1. Gandhi was so shy in his childhood he was fearing to talk to his friends when someone tried to talk he use to run away to the home.

2. He owned 2 Football clubs in South Africa which was started to reduce racial discrimination and spread his ideologies.

3. Gandhiji was nominated for Nobel peace prize 5 times in 1937, 1938, 1939, 1947, 1948 but he never received one, Nobel committee also regretted that they did not have the chance to award him because of his death in 1948.

4. When Mahatma Gandhi died there were 8 Kilometer long funeral procession took place and the clothes of his last day still preserved in the Gandhi Museum in Madurai.

5. Gandhi got married to Kasturba Gandhi whose age was 14 years but his age was just 13, here we can observe 2 things one is child marriage and another one is Gandhiji was 1 year younger than his wife.

6. Do you know that Gandhiji was born on Friday, we got freedom on Friday, and he was murdered on Friday itself.

7. A group of Chinese visitors once gifted 3 Monkeys made with clay, he really appreciated.

8. The same British who was the enemy for Gandhi released a stamp honoring him after 21 years of his death.

9. The great APPLE company founder Steve Jobs was a big fan of Mahatma Gandhi, he tributed by wearing similar round glasses.

10. There are 53 major roads in India and 48 roads in other countries kept the name after him.

11. The spinning wheel used by Gandhiji was auctioned for 1,10,000 pounds.

12. Mahatma Gandhi was speaking English with an Irish accent because his first teacher was Irishmen.


Father of the Nation Mahatma Gandhi Biography - Mahatma Gandhi Biography

Full Name Mohandas Karamchand Gandhi (Mahatma Gandhi)
Aniversário 2 October 1869 ( Gandhi Jayanti )
Local de nascimento Porbandar (Gujarat)
Father's Name Karamchand
Parent Name (Mother Name) Putli Bai
Educação Passed the matriculation examination in 1887.
He became a barrister in England in 1891 and returned to India.
विवाह (Wife Name) Kasturba - Kasturba Gandhi
Children's Name Harilal, Manilal, Ramdas, Devdas
Prêmio Father of India, significant contribution in getting India free
, inspirational source of truth and non-violence
, a significant contribution in India's freedom struggle Quit India movement,
Swadeshi movement, Non-cooperation movement, Swadeshi movement, etc.
Important work Revealing the importance of truth and non-violence to the people,
removing evils like untouchability

Sites to Visit in India Honoring the Life of Mahatma Gandhi

During your travels in India, consider visiting a few sites that honor the memory of Gandhi. While there, be mindful of the lesser-known facts of his life and his attempts to instill nonviolence in all of India's struggles.

  • Gandhi Memorial in Delhi: Among the most important Indian sites honoring Gandhi is the black marble Gandhi Memorial on the shores of the Yamuna River, at Raj Ghat in Delhi. This is where Gandhi was cremated in 1948 after his assassination. A quick stop at the monument during your travels in Delhi is well worth the time.
  • Sabarmati Ashram: The museum at the Sabarmati Ashram (Gandhi Ashram) in the Sabarmati suburb of Ahmedabad, Gujarat, commemorates Mahatma Gandhi's life and works. Indian Prime Minister Jawaharlal Nehru, a Gandhi disciple, inaugurated the museum in 1963. The ashram was one of the residences of Gandhi, who lived there for 12 years with his wife, Kasturba Gandhi. In 1930, Gandhi used this ashram as his base for the nonviolent march he organized against the British Salt Law. His actions had a profound influence on the movement for Indian independence — achieved in 1947. In recognition of this, India established the ashram as a national monument.

Name: Mohandas Karamchand Gandhi

Born: 2 October 1869 Porbandar, Kathiawar Agency, British India

Died: 30 January 1948 (aged 78) New Delhi, Union of India

Cause of death: Assassination

Other names: Mahatma Gandhi

Education: University College London

Known for: Indian Independence Movement

Political party: Indian National Congress

Religious beliefs: Hinduism

In South Africa, Gandhi faced discrimination directed at Indians. He was thrown off a train at Pietermaritzburg after refusing to move from the first class to a third class coach while holding a valid first class ticket. Traveling further on by stagecoach, he was beaten by a driver for refusing to travel on the foot board to make room for a European passenger. He suffered other hardships on the journey as well, including being barred from several hotels. In another incident, the magistrate of a Durban court ordered Gandhi to remove his turban, which he refused to do. These events were a turning point in his life, awakening him to social injustice and influencing his subsequent social activism. It was through witnessing firsthand the racism, prejudice and injustice against Indians in South Africa that Gandhi started to question his people’s status within the British Empire, and his own place in society.

In 1915, Gandhi returned from South Africa to live in India. He spoke at the conventions of the Indian National Congress, but was primarily introduced to Indian issues, politics and the Indian people by Gopal Krishna Gokhale, a respected leader of the Congress Party at the time.

Gandhism Truth: Gandhi dedicated his life to the wider purpose of discovering truth, or Satya. He tried to achieve this by learning from his own mistakes and conducting experiments on himself. He called his autobiography The Story of My Experiments with Truth. Gandhi stated that the most important battle to fight was overcoming his own demons, fears, and insecurities. Gandhi summarized his beliefs first when he said “God is Truth”. He would later change this statement to “Truth is God”. Thus, Satya (Truth) in Gandhi’s philosophy is “God”. Nonviolence Although Mahatama Gandhi was in no way the originator of the principle of non-violence, he was the first to apply it in the political field on a huge scale. The concept of nonviolence (ahimsa) and nonresistance has a long history in Indian religious thought and has had many revivals in Hindu, Buddhist, Jain, Jewish and Christian contexts. Gandhi explains his philosophy and way of life in his autobiography The Story of My Experiments with Truth.


Assista o vídeo: Gandhi - Trailer 1982